Logo Jornal

Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024




SCGÁS

SCGÁS já implementava ações de apoio à amamentação antes da legislação federal

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Sala de coleta de leite materno e aumento do período de licença maternidade são iniciativas da Companhia para o incentivo ao aleitamento

SCGÁS já implementava ações de apoio à amamentação antes da legislação federal
Foto: Divulgação SCGÁS
-

Em setembro deste ano, o Governo Federal instituiu a lei Nº  14.683, que estabeleceu o Selo Empresa Amiga da Amamentação, com o objetivo de incentivar as empresas a criarem ambientes e condições favoráveis ao aleitamento materno. Antes mesmo desta legislação, a Companhia de Gás de Santa Catarina já realizava ações de apoio às mães no ambiente corporativo.

No ano de 2022 a SCGÁS instalou em sua sede o espaço para coleta do leite materno, visando o bem-estar das suas colaboradoras. Antes disso, a Companhia já havia estendido a licença maternidade de 120 para 180 dias, fazendo parte do Programa Empresa Cidadã, e também dispensando por 2 horas diárias para amamentação, até o filho completar 1 ano de idade, que é o dobro previsto na legislação.

A Analista e mãe de dois filhos, Tirza Pereira, ressalta a importância do espaço de coleta do leite materno, que possibilita a criação de um estoque para oferecer ao bebê na ausência da mãe. “No meu caso, foi essencial para garantir que eu siga amamentando meu filho”, compartilha. A sala pode ser utilizada tanto para a amamentação, como para a extração de leite.

Uma das primeiras a utilizar a sala de aleitamento, a advogada Claudia Beck também teve a licença maternidade estendida, um benefício que menos de 1% das corporações brasileiras adotam. Para a lactante, esta assistência foi essencial para a criação de vínculo entre mãe e filho. “O tempo que ficamos com nossos filhos na primeira infância é necessário para criação de memórias”, ressalta.

Além dos incontáveis benefícios que o aleitamento materno proporciona para o bebê, a mãe que amamenta também adquire vantagens para sua saúde, como a redução dos riscos de mastite e ductos entupidos e também diminui a chance de ter câncer de mama, devido a mudança das células mamárias. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o risco de uma mulher que amamenta contrair câncer de mama é 22% menor comparado com o das mulheres que nunca amamentaram.

Outubro rosa

Outubro Rosa é uma campanha brasileira que visa alertar as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. A SCGÁS apoia esta ação, e tem o objetivo de zelar pelo bem-estar das mulheres, mães e gestantes, assim como de todos os seus colaboradores. “Acredito que esse tipo de campanha é essencial para a conscientização e cuidado com a equipe da Companhia e seus familiares”, reforça Tirza.

logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br