Logo Jornal

Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024




Segurança Pública

Santa Catarina lidera ranking do Anuário das Cidades Mais Seguras do Brasil

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Florianópolis é a mais segura dentre as capitais e Jaraguá do Sul encabeça lista das cidades com menor violência no país

Santa Catarina lidera ranking do Anuário das Cidades Mais Seguras do Brasil
Foto: Divulgação
- Jaraguá do Sul aparece como a cidade mais segura do país

O menor número de assassinatos -  8,6 a cada 100 mil habitantes em 2022 - é que definiu Santa Catarina como o Estado mais seguro no ranking do Anuário 2023 Cidades Mais Seguras do Brasil, elaborado pela empresa especializada em serviços e tecnologia MySide, com dados do IBGE e Ministério da Saúde. Confira a lista

1º | Santa Catarina 
2º | São Paulo
3º | Minas Gerais
4º | Distrito Federal
5º | Rio Grande do Sul
6º | Mato Grosso do Sul
7º | Acre
8º | Goiás
9º | Piauí
10º | Paraná
11º | Paraíba
12º | Maranhão
13º | Mato Grosso
14º | Tocantins
15º | Rio Grande do Norte
16º | Roraima
17º | Rio de Janeiro
18º | Espírito Santo
19º | Alagoas
20º | Sergipe
21º | Pará
22º | Rondônia
23º | Amazonas
24º | Ceará
25º | Pernambuco
26º | Amapá
27º | Bahia


Regiões - Na compilação dos dados regionais, a ordem das regiões mais seguras é  a seguinte: Sudeste, Sul, Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Florianópolis é destaque dentre as Capitais

No ranking das Capitas brasileiras mais seguras, Florianópolis aparece na liderança, com 9,5 mortes violentas a cada 100 mil. A capital do Acre, que ocupa o 10º lugar, registra  27,4 assassinatos a cada 100 mil habitantes.

1º |Florianópolis (SC)
2º | São Paulo (SP)
3º | Brasília (DF)
4º | Cuiabá (MT)
5º | Campo
Grande (MS)
6º | Goiânia (GO)
7º | Belém (PA)
8º | Belo Horizonte (MG)
9º | João Pessoa (PB)
10º | Rio Branco (AC)

Jaraguá do Sul, a mais segura do país

Com o menor índice de violência dentre todas as cidades do país, Jaraguá é o grande destaque  do Anuário. O município localizado no Norte do Estado de Santa Catarina registra 2,3 assassinatos a cada 100 mil habitantes. A cidade de Brusque (3,5 mortes violentas a cada 100 mil habitantes ) ocupa a sexta colocação.  

1º | Jaraguá do Sul (SC) 
2º | Salto (SP)
3º | Várzea Paulista (SP)
4º | Botucatu (SP)
5º | Indaiatuba (SP)
6º | Brusque (SC)
7º | Araraquara (SP)
8º | Votorantim (SP)
9º | Lavras (MG)
10º | Poá (SP


As 10 mais seguras de SC, com mais de 100 mil habitantes

Considerando apenas as cidades catarinenses com mais de 100 mil habitantes, o ranking das mais seguras  

é o seguinte:

1º I Jaraguá do Sul

2º I Brusque

3º I Criciúma

4º I Lages

5º I Tubarão

6º I Blumenau

7º I Palhoça

8º I Itajaí

9º I Florianópolis

10º I Joinville 

Fontes do anuário

O anuário 2023 Cidades Mais Seguras do Brasil©, elaborado pela empresa especializada em serviços e tecnologia MySide, resulta de  de uma análise meticulosa dos bancos de dados fornecidos pelo Ministério da Saúde e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essas instituições são reconhecidas pelo rigor, solidez e minuciosa atenção aos detalhes nos dados coletados. Para este estudo os dados primários foram extraídos da compilação meticulosa do Ministério da Saúde dos atestados de óbito de todas as mortes registradas no Brasil em 2022. "Utilizando essas fontes robustas, fizemos o cruzamento de várias bases de dados tanto do Instituto quanto do Ministério. Com a aplicação de critérios estatísticos rigorosos, fomos capazes de construir um relatório que se destaca pela sua precisão e confiabilidade", observa a empresa organizadora do Anuário.

Repercussão na Assembleia Legislativa

A conquista de Santa Catarina de estado mais seguro do Brasil repercutiu na sessão de terça-feira (8) da Assembleia Legislativa.

“Levantamento do Anuário 2023 Cidades Mais Seguras do Brasil mostrou que Jaraguá do Sul é a cidade mais segura para se viver no Brasil e entre as 10 cidades temos também Brusque na sexta posição. Já Santa Catarina é o estado mais seguro do país e Florianópolis a capital com maior segurança”, informou Lunelli (MDB).

Falando sobre Jaraguá do Sul, o deputado creditou o êxito do município ao trabalho das forças de segurança, da prefeitura, dos empresários e das pessoas da cidade, bem como ao investimento em educação, esporte, lazer e saúde.

“Não podemos achar normal conviver com a criminalidade, com o medo, precisamos valorizar as pessoas de bem, as crianças precisam ter o futuro respeitado e os pais tranquilidade para trabalhar. Precisamos de uma economia que gere oportunidades, de confiança nas instituições e certeza de que o crime não compensa”, declarou Lunelli.

Maurício Eskudlark (PL) concordou com o colega, parabenizou os catarinenses pelos índices de segurança e elogiou as instituições e pessoas responsáveis pela segurança pública.



logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br