Logo Jornal

Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2024




Coluna RCN - Edição 6

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Comissões se definem na Assembléia Legislativa e na Câmara dos Deputados

Comissões se definem na Assembléia Legislativa e na Câmara dos Deputados

Das 14 Comissões Permanentes da Assembléia Legislativa de Santa Catarina, o PMDB foi o partido que mais emplacou presidências ? foram quatro. O PT ficou responsável por presidir duas. PSDB, PFL e PP tiveram a presidência de duas comissões cada e o Partido da República (PR), da deputada Odete de Jesus, assumiu uma. A surpresa veio da desistência de Herneus de Nadal (PMDB) para a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), cargo tido como certo do parlamentar. Herneus deixou de concorrer para não causar um racha em seu partido, já que o colega Romildo Titon também pleiteava a vaga.

Na Câmara Federal, mais uma vez, Santa Catarina não conseguiu uma posição de destaque nas comissões. Cláudio Vignatti (PT), cotado para assumir a Comissão de Finanças e Tributação, acabou aceitando a relatoria do Plano Plurianual (PPA). O estreante Paulo Bornhausen (PFL) pleiteou a vice-presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, mas foi eleito como segundo vice-presidente. Edinho Bez (PMDB), disposto a assumir a presidência da Comissão de Transportes acabou sendo indicado vice-líder do PMDB na Casa. Carlito Merss (PT) aceitou integrar a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, como titular, e a Comissão de Finanças e Tributação como suplente, além de continuar na Comissão de Orçamento. A deputada Angela Amin (PP) foi nomeada vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano e pode, ainda, assumir a relatoria do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Mulheres em destaque

Mais de 2 mil participantes são esperados para o VI Encontro Nacional da Mulher Contabilista, que pela primeira vez acontece no Estado. O evento, que será realizado em junho, em Florianópolis, tem lançamento oficial na próxima segunda-feira (26). O presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRCSC), contador Nilson José Goedert, destaca que o evento reflete o crescimento da participação da mulher na atividade contábil. "Nos últimos anos tem havido um aumento expressivo da presença feminina na Contabilidade, o que vem contribuindo sobremaneira para a valorização da profissão", elogia.

Corte nas despesas estaduais atinge as SDRs

Para reduzir o custeio com a máquina pública, o secretário da Administração, Antônio Marcos Gavazzoni, não teve dúvidas: mirou nos gastos com a terceirização de mão-de-obra, que consumiu R$ 115 milhões em 2006. A meta é baixar este valor para R$ 30 milhões este ano, revendo os contratos de modo a reduzir o número de terceirizados. A tesoura passa afiada nas Secretarias de Desenvolvimento Regionais, responsáveis por 80% dos recursos a serem aplicados nesse item. Caberá aos Secretários definir as reais necessidades de contratação e se valer dos preços menores praticados no interior.

Economia de 10% nas despesas com energia elétrica, que consumiu R$ 31, 6 milhões em 2006, e nos gastos com locação de imóveis também estão entre as metas do Secretário. Só com a transferência para prédios pertencentes ao Estado de cinco órgãos ligados às Secretarias estaduais - que hoje ocupam 10 imóveis locados - Gavazzoni quer economizar em torno de R$ 2,2 milhões por ano.

Enquanto isso, o Partido Cristão (PC), nascido há sete meses em Americana (SP), tenta se instalar no Estado. O coordenador nacional, Ronaldo Moreno, garante que mandou matéria à imprensa geral de Santa Catarina apresentando o partido. "Queremos e vamos construir uma legenda que tenha visibilidade política", avisa

logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br