poder

Governo de SC economizou R$ 31 milhões em operações na Infraestrutura

Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

A gestão de processos licitatórios rendeu uma economicidade (diferença entre valor orçado e valor contratado) de R$ 31,66 milhões à Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade no ano de 2020. Este valor equivale, por exemplo, ao custo da Ponte do Rio Araranguá (R$ 15,82 milhões) mais a obra da rodovia Jorge Lacerda, em Criciúma (R$ 16,34 milhões), duas demandas históricas do Sul de SC que saíram do papel para se tornarem realidade durante o governo Moisés.

A tendência, de acordo com o secretário Thiago Augusto Vieira, é de que o montante seja ainda maior em 2021. Ele explica que a própria pandemia colaborou para que as empresas concorrentes baixassem os preços. Outro fator que colaborou foi a adaptação das licitações, em tempos de crise sanitária e isolamento social, que antes eram presenciais e passaram a ser eletrônicas.

"Isso amplia o número de empresas concorrentes e a capilaridade desses processos, pois não é mais necessário se deslocar até Florianópolis, sede da Secretaria, para participar", avalia Vieira.




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br