poder

Comissão do impeachment elege Amin presidente e Vampiro relator

Reunião na manhã desta quinta-feira (27) deu início aos trabalhos do grupo. Deputados vão analisar a defesa dos acusados

Foto: Reprodução

A comissão especial criada na Assembleia Legislativa de SC (Alesc) para analisar o pedido de impeachment contra o governador Carlos Moisés da Silva, a vice Daniela Reinehr, e o secretário Jorge Eduardo Tasca, elegeu nesta quinta-feira (27) o presidente, vice-presidente e relator do colegiado.

Os deputados conduziram João Amin (Progressistas) para presidir o grupo, Mauricio Eskudlark (PL) na vice-presidência, e Luiz Fernando Vampiro (MDB) para a relatoria. O próximo passo da comissão será analisar a acusação, protocolada pelo defensor público Ralf Zimmer Júnior, e as defesas dos envolvidos. 

Segundo o regimento interno da Alesc, o grupo terá cinco sessões para emitir um parecer pela aceitação, ou não, da denúncia. Independente da posição da comissão, o assunto vai a plenário para avaliação dos 40 deputados. Se dois terços da Casa, ou 27 parlamentares, votarem contra o governador ele será afastado.

A escolha dos nomes faz parte de um acordo entre os deputados. Excluído das conversas, Jessé Lopes (PSL) se colocou à disposição para a relatoria, mas foi vencido pelos demais. Para manter a unidade, Vampiro convidou Jessé para ser vice-relator. 






logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br