Poder SC 052: As opções do PSD, os líderes de Moisés e mais

Foto: Caio Marcelo/Divulgação

Arquivos

As opções do PSD

O prefeito de Chapecó e pré-candidato ao governo do Estado pelo PSD, João Rodrigues (à esq), aproveitou a presença do presidente nacional do partido em Santa Catarina, Gilberto Kassab (à dir), para declarar que é eleitor do presidente Jair Bolsonaro apesar do projeto nacional da sigla, que é focado na construção de uma terceira via ao Planalto. O posicionamento, já sabido por todos, não é uma divergência tão clara como se prega por aí. No próprio discurso aos correligionários, Rodrigues prometeu um governo junto a prefeitos e vereadores do PSD a quem chamou de "família" e reafirmou que a decisão do partido será soberana. O prefeito bolsonarista de Chapecó abre um flanco pragmático no PSD: caso Jair Bolsonaro chegar com popularidade e entusiasmo em 2022 junto ao eleitor de Santa Catarina (não do Brasil), João Rodrigues estará pronto para entrar em campo e disputar o governo, mas vestindo a camisa pessedista, sem aventuras. Se não ele, o PSD tem ainda Napoleão Bernardes, Adeliana Dal Pont, e Raimundo Colombo. As pesquisas internas e o diretório da sigla serão decisivos para um partido que não fala em prévias abertas. Mas é bom não demorar a decidir: muito projeto também significa nenhum.


O MDB catarinense convocou uma audiência para 23 de agosto, em Florianópolis, para bater o martelo sobre a data de votação às prévias ao candidato a governador pelo partido. Estão na disputa o senador Dário Berger, o deputado federal Celso Maldaner, e o prefeito de Jaraguá do Sul, Antidio Lunelli.


OS emedebistas têm cenário bem diferente do PSD. A votação de todos os filiados nas prévias abriu as divergências e expôs algumas rachaduras naturais do partido. Porém, o MDB também tem seu nome bolsonarista, o de Lunelli, que pode ser a alternativa se houver mais alinhamento ao presidente.


A COMISSÃO mais importante da Alesc, de Constituição e Justiça (CCJ), tem três ex-líderes do governo Moisés: Paulinha (sem partido), Coronel Mocellin (PSL), e Mauricio Eskudlark (PL), além do atual líder, José Milton Scheffer (Progressistas). É uma CCJ totalmente amigável.


"NINGUÉM aqui é criança". Do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, em passagem por Santa Catarina, ao comentar a tentativa do presidente Jair Bolsonaro de emplacar o voto impresso para o ano que vem. Kassab é categórico: essa iniciativa serve apenas para criar confusão, disse.





A Poder SC é uma coluna impressa semanal da Agência Adjori/SC de Jornalismo. Atualmente, a veiculação acontece em mais de 30 jornais associados em todas as microrregiões de Santa Catarina. A coluna traz conteúdos relevantes da política estadual e dos poderes constituídos.

Alguns jornais da lista de publicação:

A Semana (Curitibanos)

A Tribuna do Vale (Rio do Campo)

Cabeço Negro (Apiúna)

Correio dos Lagos (Anita Garibaldi)

Correio Francisquense (São Francisco do Sul)

Correio Otaciliense (Otacílio Costa)

Destaque Regional (São Lourenço do Oeste)

Diário de RioMafra (Mafra)

Diário do Planalto (Canoinhas)

Folha da Serra (Lages)

Folha de Itaiópolis (Itaiópolis)

Folha de Videira (Videira)

Folha do Oeste (São Miguel do Oeste)

Folha Regional (Tubarão)

Gazeta do Vale (Balneário Arroio do Silva)

Imprensa do Povo (Pinhalzinho)

Informe (Caçador)

Jornal Cidadela (Joaçaba)

Jornal da Fronteira (Dionísio Cerqueira)

Jornal do Sul (Turvo)

Jornal Metas (Gaspar)

Jornal Nortesul (Passo de Torres)

Jornal Novoeste (Maravilha)

Nosso Rincão (Balneário Rincão)

Notícia do Litoral (Bombinhas)

O Celeiro (Campos Novos)

O Falcão (Abelardo Luz)

O Momento (Lages)

Sul Catarinense (Balneário Gaivota)

Testo Notícias (Pomerode)

Tribuna SC (Braço do Norte)

Vale do Norte (Ibirama)




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br