Logo Jornal

Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2024




INDUSTRIA NAVAL

Ana Paula Lima quer agilizar a liberação de recursos do PAC para a construção de navios para a Marinha em Itajaí

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Deputada federal acompanhou comitiva da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Indústria Naval Brasileira, liderada pelo deputado Alexandre Lindenmeyer, a dois estaleiros do município catarinense

Ana Paula Lima quer agilizar a liberação de recursos do PAC para a construção de navios para a Marinha em Itajaí
Foto: FOTO: ASCOM ANA PAULA LIMA
-

Na condição de vice-líder do governo Lula na Câmara, a deputada federal Ana Paula Lima (PT/SC) se prontificou, durante visita da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Indústria Naval Brasileira a dois estaleiros de Itajaí, nesta segunda-feira, a trabalhar para a liberação de recursos do Novo PAC para o projeto Tamandaré, que prevê a construção de quatro fragatas da Classe Tamandaré para a Marinha do Brasil. O primeiro navio deste porte (107,2 metros de comprimento e 3.455 toneladas), que está sendo construído no estaleiro ThyssenKrupp Brasil Sul, deve ficar pronto em julho de 2024.

Com previsão de entrega até 2029 e um valor total de R$ 9 bilhões, o projeto prevê a construção de mais três fragatas da Classe Tamandaré e 10 navios patrulha de 500 toneladas que serão utilizados na proteção de toda a extensão da área marítima brasileira, com mais de 5,7 mil km², a chamada “Amazônia Azul”. As embarcações também realizarão operações de busca e salvamento e cumprir compromissos internacionais assumidos pelo Brasil. Além do estaleiro TyssenKrupp, a comitiva da Frente Parlamentar, presidida pelo deputado federal Alexandre Lindenmeyer (PT/RS), visitou o estaleiro Detroit, também em Itajaí.

O Novo Pac para a indústria da defesa prevê seis projetos, num total de R$ 20,6 bilhões, para o desenvolvimento e aquisição de navios de grande porte para a Marinha brasileira. “Nós vamos, agora no Congresso, trabalhar para a liberação da parte desses recursos para a construção dessas fragatas aqui em Itajaí. Só neste projeto, são mais de 800 empregos diretos, fora os indiretos. E a retomada da indústria naval é importantíssima para a economia do país. O deputado Alexandre Lindenmeyer tem feito um grande trabalho na liderança da Frente Parlamentar e, junto com os sindicatos dos trabalhadores e patronal, nós vamos viver um novo tempo na indústria naval, que foi abandonada nos últimos anos após ter sido destruída pela Operação Lava Jato”, disse Ana Paula Lima. lembrando que, no auge da exploração do Pré-Sal, com a produção local de navios-plataforma, a indústria naval chegou a empregar mais de 80 mil trabalhadores (e mais de 400 mil vagas indiretas).

De acordo com Alexandre Lindenmeyer, a retomada deve estimular não apenas a indústria naval, mas toda a cadeia produtiva de óleo e gás no país e gerar milhares de empregos. “Estamos trabalhando muito através da Frente Parlamentar para que vejamos a retomada com força desse setor estratégico que é a indústria naval, que gera emprego e renda, agrega tecnologia nacional, gera impostos e é fundamental para a soberania nacional. E hoje, fizemos uma visita de excelência aqui em Itajaí. Visitamos os estaleiros para conhecer suas estruturas e capacidades, mas também para ouvir as demandas do setor, daquilo que é estratégico para que a nossa indústria se torne mais competitiva. Queremos gerar construções para dentro do Brasil, mas também disputar mercados internacionais”, afirmou.

logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br