CONSCIENTIZAÇÃO

Estreia: RCN online e impressa terão coluna quinzenal sobre autismo

A coluna autismo em pauta será escrita por Adair Alexandre Pimentel, pai de autista e ativista da causa

Fernanda Kleinebing | Agência Adjori/SC de Jornalismo
Adair Alexandre Pimentel é pai de Pedro Pimentel, de sete anos.

O tenente-coronel Adair Alexandre Pimentel, que atualmente mora em Blumenau, descobriu que seu filho, Pedro Pimentel, tinha Transtorno do Espectro Autista (TEA) quando ele tinha dois anos. Hoje, o menino tem sete anos e os pais se envolveram nas causas autistas para propiciar melhores oportunidades para o filho e outras crianças com condições semelhantes.

"Quando os pais recebem o diagnóstico é um sentimento de luto, parece que aquele filho idealizado morreu. E depois você tem que reaprender. Qual a melhor forma de aprender? é aceitar que é uma condição. Autismo não é uma doença. E hoje eu faço disso a causa primordial da minha vida. Porque eu só posso ter o Pedro, não posso ter outro filho", relata Pimentel.

Atualmente, ele é vice-presidente da Associação de Amigos do Autista de Blumenau (Ama) Blumenau e participa das Amas de Chapecó e Gaspar. O trabalho de conscientização de Pimentel também foi fundamental para criar o protocolo de atendimento a autistas utilizado pela Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC). Com capacitações e treinamentos em shoppings centers catarinenses, o objetivo é possibilitar maior inclusão e acolhimento no atendimento às pessoas com TEA.

Coluna quinzenal

Com o objetivo de falar sobre autismo o ano inteiro, a Rede Catarinense de Notícias (RCN) firmou parceria com o tenente-coronel para uma coluna quinzenal sobre o autismo. O objetivo da parceria é divulgar informações, cases de sucesso e promover o debate social sobre o tema.

"Quanto mais cedo diagnosticadas com autismo, as crianças têm mais chances de se tornar adultos extremamente funcionais. Os autistas são grandes engenheiros, médicos, cientistas, porque eles focam em algo e se dedicam muito", explica Pimentel acerca da importância de promover debates sobre o assunto.

A coluna será disponibilizada para os jornais associados à Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina (Adjori/SC) quinzenalmente. Os jornais estão presentes em todas as regiões do Estado. Na coluna, estará a fita do quebra-cabeça, símbolo universal da conscientização sobre o autismo, que também é muito usada para identificar locais onde pessoas com TEA têm atendimento preferencial.




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br