Logo Jornal

Sexta-Feira, 21 de Junho de 2024




Nova etapa

Serra Catarinense mobilizada para implementação do Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Ana Paula Ribeiro, especialista e agente territorial do protótipo Alpha em Lages, conduz as entrevistas

Serra Catarinense mobilizada para implementação do Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0
Foto: Divulgação
- Ana Paula Ribeiro, especialista e agente territorial do protótipo Alpha em Lages, conduz as entrevistas

Nesta segunda-feira, 27, teve início uma nova etapa Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0. Até o dia  29 de maio, os municípios de Urubici, São Joaquim, Curitibanos e Bom Jardim da Serra participam da apresentação da Análise Situacional, onde serão apresentados os primeiros dados coletados a partir das entrevistas já realizadas.  Em Lages, a aplicação do questionário segue nesta semana.

Com a fase de entrevistas e captação de dados que irão subsidiar a elaboração do Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0 na mesorregião serrana quase finalizada, chega o momento de apresentar a análise situacional para as comunidades de cada município.

Depois da agenda iniciada em Urubici, na Câmara de Vereadores do município, é a vez de São Joaquim, no dia 28, às 13h30, na Casa da Cultura de Curitibanos, às 19 horas, na Câmara de Vereadores da cidade. No dia 29, a reunião ocorre às 14h30, na Câmara de Vereadores de Bom Jardim da Serra. Em Lages, as entrevistas ainda seguem nesta e na próxima semana.

O projeto, uma iniciativa da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), em parceria com a Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC), que utiliza a metodologia DEL, tem o objetivo de implementar um modelo de gestão voltada à redução da desordem e da violência de maneira articulada com o desenvolvimento sustentável em municípios catarinenses.

Por meio de indicadores estabelecidos a partir da econometria, o Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0 visa aprimorar as políticas públicas, tornando-as mais eficientes e direcionadas para as necessidades específicas de cada região.

A consultora da FACISC, Aline Nandi, destaca que, após a apresentação dos dados e a conclusão das entrevistas, as informações serão disponibilizadas às instituições, órgãos parceiros e à população interessada, para garantir amplo acesso ao panorama de cada município. “Em junho, organizaremos reuniões com comitês locais de operacionalização e criaremos câmaras técnicas. Essas câmaras serão compostas por voluntários das comunidades, especializados nos temas trabalhados nos eixos do projeto, que passarão a atuar, a partir de julho, em cada município, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas efetivas voltadas à redução da desordem e da violência,” explica ela.

Importante destacar que, os municípios de Bom Jardim da Serra, Curitibanos, Lages, São Joaquim e Urubici estão participando da implementação inicial do Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0, com base em uma série de indicadores estabelecidos através da econometria e da atuação na base territorial. A comunidade local desempenha um papel crucial no processo de escolha e implementação do estudo. Durante esta primeira fase, estão sendo realizadas entrevistas com autoridades locais e membros da comunidade para coletar informações valiosas que ajudarão a moldar as estratégias do projeto.

O coordenador do Protótipo Alpha Ordem Pública 5.0, tenente-coronel da PMSC Frederick Rambusch, explica que a compreensão multifacetada do projeto quanto às variadas percepções da sociedade relacionada com a desordem e a violência é extremamente importante para direcionar os esforços da polícia, dos municípios, instituições e sociedade em geral, com relação a diminuição da violência. “A metodologia que está sendo utilizada, baseada em atuação local, indicadores e análises sistêmicas, tende a dimensionar melhor os problemas relacionados à ordem pública e deflagrar processos assertivos sobre as causas da violência e da desordem”.

Após o processo de entrevistas, uma série de percepção locais serão gerados, além de indicadores já mapeados, ajudando a identificar as necessidades específicas de cada região e a aprimorar as políticas públicas, tornando-as mais eficazes e adaptadas às realidades locais. A seleção desses municípios considerou uma série de fatores socioeconômicos e de segurança, visando maximizar o impacto do programa e fornecer soluções eficazes para os desafios complexos da segurança pública.

O Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0 representa um passo importante na busca pela redução da violência e no fortalecimento das comunidades catarinenses. Com uma abordagem inovadora e colaborativa, o projeto visa não apenas identificar os problemas ao analisar indicadores socioeconômicos dos setores de educação, saúde, assistência social, economia, infraestrutura, além da segurança pública, mas também implementar soluções eficazes, contando com a participação ativa de todos os envolvidos.

Agenda de apresentação da Análise Situacional do Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0

Urubici

Data: 27/05/2024 

Horário: 13h30

Local: Câmara de Vereadores de Urubici 

Curitibanos 

Data: 28/05/2024 

Horário: 19 horas

Local: Câmara de Vereadores de Curitibanos 

São Joaquim

Data: 28/05/2024 

Horário: 13h30

Local: Casa da Cultura 

Bom Jardim da Serra 

Data: 29/05/2024 

Horário: 14h30

Local: Câmara de Vereadores de Bom Jardim da Serra


Fonte: Comunicação Protótipo Alpha PMSC Ordem Pública 5.0


logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br