coronavírus

Novo decreto desagradou secretários municipais de Saúde de SC: 'tímido demais'

Foto: Robson Valverde/SES

Para os secretários municipais de saúde de Santa Catarina, o novo decreto que amplia as restrições no Estado a fim de frear o avanço do Coronavírus traz medidas "tímidas demais". No entendimento dos gestores, o momento pedia regras mais duras. 

"Em razão da situação de calamidade em Saúde Pública este momento pede medidas mais restritivas e efetivas, muito mais justificadas que em qualquer outra época da pandemia", diz nota publicada pelo Conselho de Secretariais Municipais de Saúde de SC (Cosems/SC) nesta quinta-feira (25) e assinada pelo presidente da entidade, Manuel Del Olmo.

O texto ainda aponta que o estoque de insumos e a falta de profissionais justificam "medidas tão ou mais duras" do que as tomadas em março de 2020. "Limitar horários de proibição entre 0h e 6h é motivo de descrédito por parte da população, visto que inócuas e não se baseiam no ciclo vital do vírus", acrescenta o documento. 


Veja o documento na íntegra:








logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br