Logo Jornal

Sábado, 25 de Maio de 2024




Chuvas em SC

Impacto das chuvas em Santa Catarina: Temporais causam estragos e mobilizam autoridades

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Desde outubro, 180 dos 295 municípios catarinenses foram afetados pelos temporais, destacando a necessidade de atenção aos alertas dos órgãos de segurança e Defesa Civil

Impacto das chuvas em Santa Catarina: Temporais causam estragos e mobilizam autoridades
Foto: Robson // Rota Comunicação
-

Santa Catarina está enfrentando novamente uma série de desafios decorrentes das intensas chuvas que assolaram o estado desde o feriado de 15 de novembro. O temporal, que começou na madrugada do dia 15, ganhou força durante os últimos dias, causando estragos em várias regiões e mobilizando autoridades, equipes de resgate e a população.

Os temporais afetaram diversas cidades, especialmente no Oeste do estado e no Vale do Itajaí, onde municípios importantes como Chapecó e Blumenau foram duramente atingidos. Queda de árvores, destelhamentos, alagamentos e enchentes têm sido reportados em várias localidades. As tempestades de granizo causaram estragos também em Mondaí, Xanxerê e Caibi. Queda de árvores, interdições em rodovias e deslizamentos foram registrados em diversos municípios.

Em Taió, duas pessoas perderam a vida quando o carro em que estavam afundou em uma área alagada. Em Florianópolis, uma casa desabou no bairro Agronômica devido ao grande volume de chuva. Já em Lages, uma casa foi atingida por um deslizamento de terra.

O governador Jorginho Mello, em entrevista coletiva, afirmou que o prejuízo causado pelas chuvas é incalculável, citando cifras que superam os R$ 3 bilhões somente na agricultura. Desde outubro, 180 dos 295 municípios catarinenses foram afetados pelos temporais, destacando a necessidade de atenção aos alertas dos órgãos de segurança e Defesa Civil.

Diversas rodovias federais, incluindo a BR-282 e BR-470, estão com trechos interditados devido a alagamentos e quedas de barreiras, aumentando ainda mais a complexidade da situação.

Com o aumento dos danos causados pelas chuvas, municípios têm aberto abrigos para acolher as pessoas afetadas. Até o momento, abrigos estão operando em pelo menos 15 cidades, e a Secretaria de Estado da Assistência Social já encaminhou documentação solicitando ajuda humanitária ao Governo Federal.

Estradas

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, a SC-114, entre o perímetro urbano de Otacílio Costa e a BR-470, está interditada por cerca de 10 km para frente da empresa Sudati, na localidade de Águas Paradas. A água subiu cerca de um metro sobre a pista, e não há previsão para a retomada da trafegabilidade.

Além disso, a BR-470, em Ibirama, teve um trecho totalmente interditado devido à queda de barreira, complicando ainda mais o trânsito no estado.

 A Secretaria de Infraestrutura do Estado assegura que a manutenção nas rodovias é constante, apesar dos eventos climáticos extremos. O Programa Estrada Boa, em curso desde outubro, busca abordar os pontos críticos nas rodovias afetadas pelas chuvas.

Previsão do tempo e orientações da Defesa Civil

A Defesa Civil alerta para a continuidade do mau tempo, causado pela influência de uma frente fria junto com o fluxo de calor e umidade da região amazônica. O risco de novos temporais, chuva volumosa, rajadas de vento e enxurradas persiste ao longo do dia. Até o sábado, a previsão é de temporais com raios, vendavais e chuva volumosa. O risco de ocorrências associadas a tempestades e grandes volumes de chuva permanece alto. A Defesa Civil recomenda que a população fique atenta aos alertas e orientações dos órgãos competentes.

Imagens

logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br