Logo Jornal

Quarta-Feira, 28 de Fevereiro de 2024




BRDE

BRDE e representantes de bancos alinham ações emergenciais

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

BRDE e representantes de bancos alinham ações emergenciais
Foto: Ricardo Dias / BRDE
- Compareceram na reunião: Mauro Mariani, diretor de Acompanhamento e Recuperação de Créditos do BRDE; João Paulo Kleinübing, Presidente do BRDE; Rafael Alessi, Superintendente do Banco do Brasil; Rodrigo Medeiros, Superintendente da Caixa Econômica; e Ari Rabaiolli, Presidente do Badesc

Com foco no apoio aos empreendedores, produtores rurais e cidadãos afetados pelas últimas cheias em Santa Catarina, reuniram-se na manhã desta quarta-feira (29/11), em Florianópolis, representantes do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Badesc, Banco do Brasil e Caixa Econômica. O encontro tratou sobre as ações realizadas pelas instituições financeiras no estado e o andamento para atender novas demandas emergenciais nos municípios atingidos. “A missão dada pelo Governador Jorginho Mello é que busquemos um alinhamento entre as instituições financeiras neste momento. l”, explica o presidente do BRDE, João Paulo Kleinübing.

Durante o encontro, os representantes dos bancos discutiram a importância de dar andamento aos programas de crédito e viabilizar novos oportunidades para atender o público. As últimas cheias em Santa Catarina  prejudicaram cerca de 209 municípios catarinenses. Destes, 195 decretaram situação de emergência e outros 14 calamidade pública.

Ações do BRDE

Ainda em outubro, para auxiliar na retomada das atividades e amenizar os prejuízos, o BRDE viabilizou a repactuação de contratos, além iniciar as tratativas para operar linhas de crédito emergencial para a retomada das atividades econômicas. “Neste momento de prejuízos, queremos garantir apoio à população atingida integrados às ações do Governo de Santa Catarina”, ressalta o diretor de Acompanhamento e Recuperação de Créditos, Mauro Mariani.

Em termos de prevenção a desastres naturais, o BRDE tem à disposição das prefeituras o programa Sul Resiliente, com recursos captados junto ao Banco Mundial. O programa é direcionado a projetos de qualificação da infraestrutura dos municípios para atenuar impactos de desastres naturais e riscos relacionados ao clima, como inundações e deslizamento. Os municípios poderão utilizar o dinheiro também para a elaboração de projetos executivos, como mapeamento de risco e planos de contingência, treinamento de servidores municipais ou aquisição de sistemas e equipamentos para monitoramento de risco.

Além dos representantes do BRDE, participaram da reunião também o superintendente do Banco do Brasil, Rafael Alessi; o superintendente da Caixa Econômica, Rodrigo Medeiros; e o presidente do Badesc, Ari Rabaiolli.

logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br