Economia

Taxa Selic tem nova alta e chega a 12,75% ao ano

Instrumento de controle da inflação, taxa tem 10° aumento consecutivo

Fernanda Kleinebing | Agência Adjori/SC de jornalismo
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Em reunião na quarta-feira, 4, o Comitê de Política Monetária (Copom) elevou a taxa básica de juros em um ponto percentual. A Selic passou de 11,75% ao ano para 12,75%. Este é o maior patamar da taxa registrado desde janeiro de 2017. A elevação objetiva conter a inflação no país e controlar os preços.

Com o aumento na taxa, os juros para empréstimos e financiamentos ficam maiores. O Copom justificou que o ambiente internacional também contribuiu para a alta. "As pressões inflacionárias decorrentes da pandemia se intensificaram com problemas de oferta advindos da nova onda de Covid-19 na China e da guerra na Ucrânia", afirmou o órgão, em nota. Segundo o relatório Focus do Banco Central, as expectativas de inflação para 2022 e 2023 estão em torno de 7,9% e 4,1%

Entre 2015 e 2016, a taxa Selic permaneceu em 14,25% ao ano. Nos anos seguintes, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia até que a taxa chegasse a 6,5% ao ano em 2018. Também houve redução em 2019 até alcançar 2% ao ano em agosto de 2020, influenciada pela contração econômica durante a pandemia.




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br