cooperativismo

Sicoob SC/RS tem demanda de R$ 4,2 bilhões para Plano Safra 2021/2022

Foto: Divulgação/Sicoob

As demandas das cooperativas do Sicoob SC/RS para o Plano Safra 2021/2022, que começa no próximo dia 1º de julho, são de R$ 4,2 bilhões. Esse montante corresponde a operações de custeio, investimento, comercialização e industrialização. ?

"O aumento da carteira se dá pelos fatores da expansão para o Rio Grande do Sul, pelos convênios firmados (JBS, BRF, Aurora, Master e Vibra) e também pelo aumento do custo de produção das atividades e das máquinas e equipamentos adquiridos", explica o gerente de Agronegócios do Sicoob Central SC/RS, Rodinei Munaretto.

A demanda para crescer é ainda maior, pois atualmente há 95 mil produtores rurais associados ao Sicoob e somente 33% contratam crédito para viabilizar seus negócios. O crescimento na liberação de crédito para a produção do agronegócio tem sido constante. Na safra 2019/2020 houve a liberação de R$ 1,7 bilhão e na safra 2020/2021, que encerra dia 30 de junho, subiu para R$ 2,5 bilhões - um aumento de 47%.

Com recursos próprios e linhas de financiamento do BNDES e do governo federal, o Sicoob é o parceiro ideal de quem quer plantar, cuidar, colher e produzir, na agricultura, na pecuária, em toda a cadeia do agronegócio. O Sicoob dispõe de crédito rural para investir, custear e/ou comercializar a produção. E de seguros para proteger o patrimônio e garantir mais proteção, estabilidade e tranquilidade para o produtor rural.

"Em Santa Catarina, o Sicoob é o segundo maior financiador da produção agropecuária e está presente em 91% dos municípios, ajudando a financiar principalmente a agricultura familiar, e está cada vez mais presente também no Rio Grande do Sul, onde já estamos em 76 municípios com 89 agências", afirma o presidente do Sicoob Central SC/RS, Rui Schneider da Silva.








logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br