mercado de trabalho

Santa Catarina gerou 32 mil empregos formais em janeiro

Foto: Agência Brasil

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do governo federal divulgados nesta terça-feira (16) mostram que, em janeiro, Santa Catarina teve um saldo positivo de 32.077 empregos formais. O número é resultado da diferença entre 124.389 contratações e 92.312 demissões. O desempenho recuperou as perdas de dezembro (-12 mil), mês tradicional de desligamentos, e fez o Estado chegar a 2,19 milhões trabalhadores com carteira assinada. 

Em janeiro, quase todos os setores fecharam com saldo positivo. A indústria lidera com saldo de 19.885. Na sequência estão serviços (6.067), agropecuária (3.670), construção (3.533), e comércio (-1.078). 

Entre as cidades, Fraiburgo, no Meio-Oeste, lidera com saldo de 1.881. Em seguida, estão Joinville (1.876), Blumenau (1.813), Chapecó (1.019), e Itajaí (881).

Os dados mostram ainda que a geração de empregos foi maior para os mais jovens. 10,8 mil das 32 mil vagas criadas são de pessoas entre 18 e 24 anos. A segunda faixa etária com maior participação é de até 17 anos, com 7,2 mil entre as 32 mil vagas.

Santa Catarina teve o segundo melhor saldo absoluto de empregos formais no período do país. Ficou atrás apenas de São Paulo (+75 mil), mas à frente de estados tradicionalmente fortes como Rio Grande do Sul (+27 mil), Minas Gerais (+25 mil), e Paraná (+24 mil). O saldo brasileiro foi positivo em 260 mil vagas.

mais sobre:

IBGE Geral Economia



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br