Grãos

Preço do milho subiu 19% em novembro, diz Epagri

Foto: Rodrigo Mansani/Cidasc

O preço médio da saca de 60kg de milho chegou a R$ 85,03 em novembro e atingiu o maior valor da história, segundo dados divulgados pela Epagri nesta semana. Na comparação com outubro, o preço do grão cresceu 19% - era R$ 71,26.

O principal fator que está acarretando nestes valores históricos é a alta da dólar. Com a moeda americana valorizada, cresce a demanda pela exportação. Este foi o quinto mês de alta consecutiva no preço do grão, que já dobrou de valor (R$ 42,60) em relação ao mesmo período do ano passado.

"Em função da anomalia climática, com poucas chuvas registradas em setembro e outubro, a primeira  safra no Sul do Brasil deve apresentar recuo nas estimativas iniciais de rendimento e produção final, fator que também contribui para a manutenção dos preços fortalecidos", ressaltou a Epagri em relatório.

Outro grão que também dobrou de preço no período foi a soja. Em 12 meses, o valor da saca de 60 kg passou de R$ 84,57 para R$ 169,27. Na passagem mensal - de outubro para novembro - a alta é de 9%.

A Epagri explica que além do dólar valorizado, a soja também foi influenciada pela recuperação da indústria de carne suína chinesa, que havia sido afetada por uma peste suína. Com a produção da China voltando a crescer, aumenta também a importação dos insumos, com boa parte vindo do Brasil.

Apesar da valorização, a Epagri alerta que o cenário pode mudar num futuro próximo. "O resultado das eleições nos Estados Unidos poderá alterar o cenário das relações entre eles e a China, influenciando as  cotações do dólar e impactando o mercado das commodities", completou.




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br