INFLAÇÃO

Consumidores catarinenses adotam alternativas para driblar inflação

Levantamento da Fecomércio SC aponta que os clubes de compras, cashback e mercadinhos com produtos próximos ao vencimento são algumas das alternativas adotadas

Foto: José Cruz/ Agência Brasil

As sucessivas altas nos preços pesam no bolso dos catarinenses e estão impactando no comportamento de consumo em 2022. Levantamento da Fecomércio SC aponta que os clubes de compras, cashback e mercadinhos com produtos próximos ao vencimento são algumas das alternativas adotadas pelos consumidores para driblar a inflação e não comprometer todo orçamento no supermercado.

Em abril, oito dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE apresentaram alta diante do mês anterior, puxada principalmente pelo grupo de Alimentos e Bebidas (2,06%). Batata-inglesa (18,28%), tomate (10,18%), óleo de soja (8,24%), pão francês (4,52%) e carnes (1,02%) lideram a escalada dos preços.

O levantamento foi realizado entre os dias 18 e 27 de abril em sete cidades (Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí), com amostra de 327 consumidores.

Confira os destaques no infográfico:



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br