Economia

ACAV confirma o Simpósio de Avicultura Industrial em 2022, em Florianópolis

Evento está programado para os dias 6, 7 e 8 de junho, no CentroSul

Foto: Divulgação
Coordenador geral do 13º Simpósio de Incubação, Matrizes de Corte e Nutrição, Bento Zanoni

Evento está programado para os dias 6, 7 e 8 de junho, no CentroSul, em Florianópolis

         A Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) anunciou a data do 13º Simpósio de Incubação, Matrizes de Corte e Nutrição, que está programado para o período de 6 a 8 de junho, no Centro de Convenções de Florianópolis (CentroSul). No ano passado, o evento ocorreu em formato 100% virtual e em 2022 será híbrido, com alcance internacional.

O coordenador geral Bento Zanoni assinala que o Simpósio reunirá proeminentes especialistas para abordagem dos temas mais atuais e relevantes de uma das maiores e mais avançadas cadeias produtivas do mundo - a avicultura industrial brasileira.

O Simpósio é referência nacional em atualização tecnológica e integração setorial. "É um momento importante para o agronegócio catarinense e brasileiro, pois traz para a discussão temas relevantes para a avicultura e, ao mesmo tempo, apresenta as inovações que surgem no Brasil e no mundo. Tudo isso com o principal objetivo que é a busca constante do aperfeiçoamento e do nível de qualidade da cadeia produtiva do setor", realça Zanoni.

Em 2021, em função da pandemia, a ACAV inovou e promoveu o Simpósio no formato on-line, o que democratizou o acesso do público, que pode acompanhar as palestras de qualquer parte do Brasil. "Neste ano, com a retomada dos eventos presenciais, faremos no formato tradicional, em Florianópolis, mas, também, com transmissão virtual. Os eventos híbridos são uma tendência e darão nova dinâmica ao Simpósio", avalia o coordenador.

O presidente da ACAV, Ricardo Castellar de Faria, ressalta que o objetivo é colocar a avicultura no papel de protagonismo que ela merece. "A iniciativa do Simpósio é parte da jornada em busca da eficiência, da biosseguridade e da construção de cadeias produtivas cada vez mais sólidas. A sanidade também é um desafio. Santa Catarina é livre das doenças mais graves que hoje afetam outros países", observa, ao acrescentar que o setor enfrenta constantes desafios, mas continua sendo um segmento que gera emprego, alavanca a economia e promove a segurança alimentar da população.



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br