Logo Jornal

Domingo, 3 de Março de 2024




AUTISMO EM PAUTA

Fita Quebra-Cabeça

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Por Adair Alexandre Pimentel

Fita Quebra-Cabeça
Foto: Hans Peter Taggesel
-

Nesta edição, convidamos a psicóloga Vivian Fatima de Oliveira - CRP 12/06294 - Professora Universitária, Coordenadora do Curso de Psicologia da UNIPLAC e Coordenadora do Grupo de Familiares de Pessoas com Autismo e outras Deficiências do CER/UNIPLAC - Lages (SC), para falar sobre a importância do significado da fita quebra-cabeça.

No entendimento da psóloga Vivian a fita quebra-cabeça transmite o significado de que o autismo é um espectro, com uma variedade de sinais e sintomas, com diagnóstico totalmente clínico e criterioso; sendo necessário, por vezes, uma equipe multiprofissional para sua conclusão, mas que com a junção de toda essa equipe, família e escola as "peças se encaixam", buscando uma melhor qualidade de vida para os autistas.

As cores fortes e brilhantes da fita quebra-cabeça representam a esperança em relação aos tratamentos e ao acolhimento por todas as pessoas; é importante destacar que no Brasil a lei 13.979/2020, e em Santa Catarina a lei 18.167/2021, instituíram a fita quebra-cabeça como o símbolo adequado para identificar os estabelecimentos públicos e/ou privados que possuem atendimento, prioritário, voltado aos autistas e seus acompanhantes.

Nossa convidada destaca que em Lages (SC), por meio da lei 4.266/2018, de autoria do Vereador Bruno Hartmann, os próprios familiares, profissionais, o autor da lei e seus assessores, foram in loco conferir e inserir o símbolo caso o estabelecimento ainda não tivesse identificado o atendimento prioritário.

Para quem nunca ouvir falar, a palavra "autismo" advém do grego "autos", significa "voltar-se para si mesmo". A primeira pessoa a utilizar o termo foi o psiquiatra suíço Eugen Bleuler, em 1911, para se referir a um dos critérios de diagnósticos, em sua época, para a Esquizofrenia.

Para a psicóloga Vivian a importância primordial da fita quebra-cabeça, consiste na função de psicoeducação; ou seja, como o AUTISTA não possui característica física "visível", fica muito difícil identificá-lo, mas fica mais fácil julgá-lo, o que causa uma falsa impressão de que alguns dos seus comportamentos ocorrem por "falta de educação", o que não é verdade.

Por isso a fita quebra-cabeça vem para educar e incluir a todos, sejam autistas ou não.

Até a próxima!


Hans Peter Taggesel Símbolo mundial da conscientização do Transtorno do Espectro Autista e, também, da identificação do atendimento prioritário para autistas



logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br