Logo Jornal

Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2024




Autismo em pauta

Fernando Cotta: Um dos fundadores do Movimento Orgulho Autista Brasil

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Por Adair Alexandre Pimentel

Fernando Cotta: Um dos fundadores do Movimento Orgulho Autista Brasil

Na coluna desta semana vamos entrevistar o Sr. Fernando Cotta, pai do “Fernandinho”, diagnosticado com autismo nível III, hoje com 24 anos; nosso entrevistado é Policial Rodoviário Federal e um dos fundadores do MOAB - Movimento Orgulho Autista Brasil, uma organização sem fins lucrativos, formada por voluntários, que busca a melhoria da qualidade de vida para as pessoas diagnosticadas com o TEA - Transtorno do Espectro Autista e para as suas famílias.
Fernando nos conta que no dia 18/06/2005, um grupo de pais e familiares de pessoas diagnosticadas com o TEA, reuniram-se em Brasília/DF, para celebrar o Dia do Orgulho Autista; visando chamar a atenção da sociedade para as necessidades do segmento, essas pessoas foram inspiradas por uma entidade norte-americana denominada “aspies for freedom”, que no ano anterior, 2004, celebrou de modo bastante simples, pela primeira vez no mundo, a data citada.
Segundo nosso entrevistado no dia 18/06/2005, foi realizada uma “Blitz do Autismo”, com a entrega de panfletos contendo informações sobre o TEA; como o alcance e o retorno foram bastante expressivos, decidiram por fundar o MOAB, inicialmente com a preocupação em dar suporte às dificuldades que se apresentavam na área de educação, para os autistas que residiam em Brasília/DF.
Para Fernando as principais conquistas do MOAB estão no campo do atendimento prestado às famílias, através de projetos como: Autismo e Família, o Desabafo Autista e Asperger e a Blitz do Autismo; além das celebrações realizadas nas datas alusivas aos autistas e às pessoas com deficiência, a elaboração e tramitação da Lei Federal Berenice Piana, da Lei Brasileira de Inclusão, da Lei Distrital Fernando Cotta, da Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu protocolo facultativo, além das leis estaduais e municipais.
Por fim, Fernando Cotta deixa um conselho para os pais e familiares de pessoas autistas: “Nunca desistam de seus filhos autistas. É da maior importância que as mães busquem de todas as formas garantir o direito de acesso amplo aos autistas, sejam eles crianças, adolescentes, adultos ou idosos”.
Sábias palavras que servem de inspiração para cada pai, mãe e/ou familiares que lutam pelo bem estar dos seus filhos e/ou familiares autistas.
Quem desejar mais informações sobre o MOAB pode conseguir através do endereço: https://www.moab.org.br/
Até a próxima!

logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br