Logo Jornal

Domingo, 3 de Março de 2024




Opinião

Arrecadação de SC: otimismo para 2024, por José Antônio Farenzena

Visite nossa rede social @rcnonline_sc

Presidente do Sinfisco-SC (Sindicato dos Fiscais da Fazenda do Estado de Santa Catarina) aborda os resultados de 2023 e as perspectivas de 2024 para o Estado na área fiscal.

Arrecadação de SC: otimismo para 2024, por José Antônio Farenzena
Foto: Divulgação Sindifisco
- José Antônio Farenzena, presidente do Sindifisco SC

Em 2023, o fisco de Santa Catarina viveu um período notável, marcado por desafios superados e conquistas significativas. Apesar de adversidades, como as perdas na arrecadação de energia elétrica e os impactos de decisões judiciais, registramos um crescimento anual de 4,7% na arrecadação – um resultado positivo, acima da inflação projetada.

No setor de combustíveis, observamos melhorias consideráveis. A implementação do regime monofásico e os ajustes de preços contribuíram para uma recuperação parcial, mas substancial, das perdas anteriores. Este avanço é um sinal de que estamos no caminho certo para fortalecer ainda mais essa área vital da economia.

Além disso, o varejo em geral, e especialmente as redes de supermercados, tiveram um desempenho excepcional em dezembro, um mês tradicionalmente forte para o setor. Isso reflete uma tendência positiva no PIB de Santa Catarina, que consistentemente supera as expectativas nacionais.

No cenário industrial estamos testemunhando um período de alta performance, impulsionado pela inovação e um ambiente de negócios favorável. O comércio internacional de Santa Catarina também brilhou em 2023. Nossa agroindústria bateu recordes em exportações, especialmente de carnes suína e de frango, trazendo recursos crescentes e promessas de ainda mais sucesso em 2024.

No setor automotivo, apesar dos desafios, como os reajustes constantes de preços pelas montadoras, o ano foi positivo. As vendas de veículos novos e autopeças mostraram resiliência, sinalizando uma recuperação vigorosa nos últimos meses do ano.

Esses resultados são fruto de um trabalho incansável da administração tributária de Santa Catarina. A fiscalização e controle, juntamente com a implementação de políticas tributárias eficientes, foram cruciais para incentivar investimentos e atrair novas empresas para o Estado. Mas não podemos deixar de citar a importância do ambiente harmônico entre Governo do Estado, em especial a Fazenda, com a carreira fiscal.

Olhando para o futuro, estamos cheios de otimismo. Com uma equipe dedicada, ambiente saudável de trabalho e estratégias inovadoras, estamos prontos para enfrentar os desafios de 2024 e além. A administração tributária de Santa Catarina não só ultrapassou as expectativas, mas também se posicionou como um pilar de força e estabilidade para o nosso Estado e para o Brasil.


José Antônio Farenzena é presidente do Sinfisco-SC (Sindicato dos Fiscais da Fazenda do Estado de Santa Catarina).

Artigo publicado originariamente no site Upiara On-line



logo_rodape

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br