Governança Municipal 4.0

Rancho Queimado reduz descarte de resíduos orgânicos em 60%

Município conquistou o primeiro lugar em Boas Práticas no Prêmio Nacional Gestor Público 2019

Foto: Agência CNM
O projeto oferta aos moradores do município um kit completo, com a composteira, minhocas, substrato vegetal, húmus, serragem de reflorestamento e material de apoio

Com o projeto R4 - Rancho Reduz, Recicla, Recomeça, o município catarinense de Rancho Queimado conseguiu reduzir em cerca de 60% a quantidade de resíduos orgânicos que são descartados no aterro sanitário. A iniciativa leva composteiras às residências dos moradores, e o objetivo, segundo a prefeitura, é equipar todas as casas, uma vez que a cidade possui pouco mais de três mil pessoas.

A composteira doméstica é um sistema de reciclagem de resíduos orgânicos, geralmente, composta por três caixas plásticas com minhocas e micro-organismos. Ao depositar os resíduos, eles transformam restos de alimentos em adubo. É importante destacar que as composteiras não atraem insetos nem causam mau cheiro.

O projeto oferta aos moradores do município um kit completo, com a composteira, minhocas, substrato vegetal, húmus, serragem de reflorestamento e material de apoio. Para recebê-lo, o interessado pode se inscrever pelo site, no protocolo da prefeitura ou pelo telefone (48) 3275-3100.

Novos frutos

A prefeita de Rancho Queimado, Cleci Veronezi explica que o projeto já se desdobrou e rende novos frutos. "Os agricultores utilizam o líquido que resulta da compostagem como fertilizante na agricultura orgânica. Então, o morador que tem um grande volume pode trocar por mudas de morango na prefeitura", conta com orgulho da iniciativa. A cidade é considerada a capital catarinense do morango. "Nós fomos além do projeto, vimos o que é possível fazer e inovamos", acrescenta.

O R4, que ainda faz palestras e oficinas nas escolas e comunidades, é coordenado pela Secretaria de Administração e Finanças de Rancho Queimado em parceria com as Secretarias de Educação, Saúde e Agricultura e Meio Ambiente. A iniciativa tem o apoio do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal, que contemplaram 12 Municípios - de 234 inscritos - no Brasil para receberem recursos para projetos de compostagem doméstica.

Em 4º lugar no edital, Racho Queimado recebeu R$ 590 mil para desenvolver o projeto. Para mantê-lo, será preciso que a cidade arque com os custos. No entanto, a prefeita destaca que os benefícios da iniciativa vão além dos ganhos ambientais e também significam economia de recursos financeiros. "Levar resíduos para o aterro é um custo. Um dos maiores prejuízos de qualquer Município é o lixo, porque o custo é muito alto", ressalta. Com boa adesão da população, os próprios moradores têm ajudado no R4. Além disso, a gestão local os estimula por meio de concursos e boas práticas.

Reconhecimento

O Município de Racho Queimado conquistou o primeiro lugar em Boas Práticas no Prêmio Nacional Gestor Público 2019 com o projeto R4 - Rancho, Reduz, Recicla, Recomeça. A prefeita da cidade, Cleci Veronezi, e a coordenadora-geral do projeto, Kety Kayser, receberam a premiação no segundo Congresso da Associação dos Prefeitos do Estado de São Paulo, em outubro passado.

Mais de 1,6 mil municípios se inscreveram nas diversas áreas do prêmio. Rancho Queimado ficou em primeiro na área de Meio Ambiente. O projeto é uma referência para o Ministério do Meio Ambiente replicar a proposta em outras cidades.

Com informações da Agência CNM de Notícias e Prefeitura de Rancho Queimado



Governança Municipal 4.0: Tema do Ano de 2020

A Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina dedica a edição de 2020 da Revista Adjori a um dos temas mais palpitantes da atualidade: Governança Municipal 4.0 - Tecnologia e Inovação na Gestão das Prefeituras de SC. Com o apoio da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), a edição vai representar um inédito e extraordinário documento sobre excelência em gestão na administração pública, apontando caminhos e destacando as melhores práticas desencadeadas nas prefeituras de Santa Catarina. A publicação se propõe, ainda, a abordar outros assuntos de grande relevância para os atuais e para os futuros gestores municipais.

O assunto Governança Municipal 4.0 também ganha destaque no portal de notícias da Associação (rcnonline.com.br) e nos sites de seus jornais filiados.





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br