Governança municipal

Gestores públicos debatem, em Florianópolis, soluções para a mobilidade urbana

Capital catarinense sedia, até sexta-feira, encontro que tem como um dos temas principais a inovação no setor público

Foto: Divulgação
Dirigentes Públicos de Mobilidade Urbana mostraram que, falar de mobilidade urbana é pensar no futuro das cidades

A programação do 77º Encontro da Frente Nacional de Prefeitos, que ocorre em Florianópolis até a próxima sexta-feira, iniciou, na manhã desta terça (10), discutindo a mobilidade urbana nas cidades. O assunto é pauta recorrente, já que a maioria das cidades brasileiras enfrenta problemas em relação à atualização da malha viária, modernização do transporte coletivo e gestão e planejamento da expansão das áreas trafegáveis.

É muito comum, em ano eleitoral, que as prefeituras coloquem força total nas entregas das obras e apresentem ao eleitorado uma cidade com infraestrutura urbana renovada. Mas a discussão vai além disso. Os debates realizados durante o Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Mobilidade Urbana mostraram que, falar de mobilidade urbana é pensar no futuro das cidades, na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e em sustentabilidade.

As médias e grandes cidades - foco dos participantes do evento, assim como Florianópolis, que sedia o evento, enfrentam esses problemas.

Segundo o presidente do Fórum de Mobilidade Urbana, Rodrigo Mata Tortoriello, a expectativa é, com as discussões, sensibilizar os gestores públicos sobre a necessidade de investir em transporte coletivo.

"Não existe cidade que vá funcionar sem transporte público. Existe uma equivocada impressão de que aplicativos de transporte individual vão resolver todos os problemas da sociedade", afirmou Tortoriello.

A dificuldade de financiamento para obras públicas que a maioria das cidades brasileira enfrenta faz com que os investimentos venham para resolver problemas que já deveriam ter sido resolvidos anos atrás, disseram os participantes do evento.

"É preciso avançar para conseguir formas mais ágeis de financiamento, formas mais modernas de licitação. Mas precisamos ter atenção de não podemos focar apenas em novas obras apenas para o transporte particular, mas também em promover o transporte público", reforçou o presidente do Fórum.


Tecnologia

Os gestores públicos que precisam encarar esses desafios podem contar com a tecnologia nessa jornada. A Softplan, empresa catarinense com 30 anos de experiência no desenvolvimento de soluções para gestão pública, oferece dois sistemas que se encaixam perfeitamente em ambos os projetos, o SAFF - administrador físico financeiro para projetos cofinanciados - e o Obras.gov, que é um gerenciador de obras.

Durante o evento em Florianópolis, a empresa apresentará as soluções e como elas podem contribuir para o avanços de projetos e na transformação digital dos municípios. O diretor de Relações com o Mercado da Softplan, Marcelo Fett, afirma que "o cidadão quer que o poder público simplifique e agilize os processos, tornando a gestão verdadeiramente eficiente".


logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br