poder

Projeto viabiliza compra de vacinas pelo governo do Estado

Foto: Agência AL

O deputado estadual Neodi Saretta (PT) protocolou Projeto de Lei (PL) na Assembleia Legislativa (Alesc) nesta semana para regulamentar a compra de vacinas contra Covid-19 pelo Estado de Santa Catarina diretamente dos fabricantes. O texto prevê que a aquisição aconteça desde que tenham taxa global de eficácia acima de 50%, seguindo padrão da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Anvisa.

"É claro que o ideal é que a União as adquira, através do Ministério da Saúde, mas é importante o protagonismo do Estado. Temos poucas vacinas, o governo brasileiro demorou para comprá-las, está com dificuldades em adquirir mais e a Anvisa para aprovar novos imunizantes", disse o parlamentar na manhã desta quinta-feira (18), em pronunciamento no Plenário.

Saretta citou como exemplo o caso do consórcio do Nordeste, que foi atrás da Sputnik e teve a perspectiva da compra de 55 milhões de doses. "Quando o negócio estava encaminhado, colocou à disposição do Ministério da Saúde."

O projeto em tramitação também prevê que o governo poderá firmar convênios com a iniciativa privada para operacionalizar a logística de vacinação dos trabalhadores de empresas catarinenses e adiantar o calendário de imunizações, desde que comprovada à vacinação da prioridade anterior.



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br