santa catarina

Presidente da Facisc defende reforço da fiscalização sem penalizar empresas

Foto: Silvia Chioca/Facisc

O presidente da Federação das Associações Empresariais de SC (Facisc), Sérgio Rodrigues Alves, divulgou nota nesta terça-feira (23) em que defende a adoção fiscalização rígida em favor dos protocolos sanitários sem penalizar as empresas que têm investido na segurança de trabalhadores e clientes. Segundo ele, a entidade quer "atuar lado-a-lado com a fiscalização e coibir qualquer tipo de atividade que seja facilitadora da propagação do vírus". 

A mensagem foi divulgada após reunião do governador Carlos Moisés da Silva com prefeitos, representantes da Assembleia Legislativa de SC (Alesc), Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e Ministério Público de SC (MPSC) que anunciou novas regras de combate à pandemia. Entre elas, sugestões para o fechamento de estabelecimentos não essenciais que impactariam diretamente na atividade econômica. 

No texto, Rodrigues Alves diz ainda que a entidade "está ao lado das lideranças neste momento e acredita que a união dos esforços em prol do bem comum é imprescindível no combate à Covid-19".


Veja o texto na íntegra: 


Posicionamento da Facisc sobre medidas restritivas para enfrentamento da Covid

A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), em nome das 148 Associações Empresariais filiadas e mais de 34 mil empresas catarinenses, está ao lado das lideranças neste momento e acredita que a união dos esforços em prol do bem comum é imprescindível no combate à COVID-19. Neste primeiro momento, as medidas tomadas pelo Governo Estadual atende aos anseios da classe empresarial, porém é de suma importância que se reforce a fiscalização e não penalize as empresas que têm investido desde o início da pandemia para garantir a geração de empregos e renda para os catarinenses cumprindo, e inclusive, reforçando as regras sanitárias. A entidade está satisfeita com a proatividade e comprometimento dos líderes em garantir a continuidade dos negócios em Santa Catarina. Queremos atuar lado-a-lado com a fiscalização e coibir qualquer tipo de atividade que seja facilitadora da propagação do vírus.


Sérgio Rodrigues Alves, presidente da Facisc




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br