SANTA Catarina

Deputado convoca para quinta-feira (14) primeiros depoimentos da CPI

Devem ser ouvidas pessoas ligadas ao sistema de compras e licitações da Saúde

Foto: Deputado Ivan Naatz (PL)/Divulgação
Naatz quer ouvir os primeiros depoimentos na reunião desta quinta-feira

Nesta terça-feira (12), a comissão parlamentar de inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa de SC (Alesc) que investigará supostas irregularidades na compra de 200 respiradores fará sua primeira reunião. Durante o primeiro encontro, os nove parlamentares devem aprovar o roteiro de trabalho da Comissão. 

O proponente e relator da CPI, deputado Ivan Naatz (PL), adiantou que deve convocar reunião para ouvir os primeiros depoimentos já nesta quinta-feira (14). Deverão ser convocados a depor pessoas envolvidas com o sistema de funcionamento de licitação e compras do setor estadual da saúde. O objetivo é averiguar as ligações que elas teriam com o ex-secretário da Casa Civil, Douglas Borba, citado nas investigações.

Naatz também solicitou ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado, o compartilhamento das informações obtidas nas investigações da Operação Oxigênio, incluindo cópia do inquérito que resultou em mandados de busca e apreensão. 

"As ações policiais que revelaram até agora um sofisticado esquema de fraude e corrupção agindo dentro e fora do governo reforçam nossa suspeita inicial e ainda mais a necessidade de se aprofundar as investigações, até porque todos os controles internos do governo falharam", ressaltou.

O deputado também acrescentou que o pagamento adiantado confirmou a fragilidade do sistema. "Alguém foi o responsável direto por este pagamento em conluio com os demais. Isso envolve a corrupção de agentes públicos, que deve ser apurada com a punição dos responsáveis pela ação e também pela omissão em denunciar as irregularidades". 

A comissão tem até 120 dias para entregar o relatório final, mas Naatz afirmou que espera entregá-lo em até 70 dias.


Confira a lista de depoimentos que deve ser convocada por Naatz:

- José Hipolito da Silva, Gerente de Orçamento e Custos da Secretaria de Estado da Saúde (SES);
- Leandro Adriano de Barros, ex-Secretário Municipal de Saúde de Biguaçú e atual integrante da equipe da SES;
- Mateus Hoffmann, Secretário-Adjunto da Casa Civil;
- João Batista Cordeiro Júnior, Chefe da Defesa Civil do Estado;
- Mariana Rabello Petry, advogada em Biguaçú. 



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br