CASO DOS RESPIRADORES

CPI ouve ex-secretário da Casa Civil nesta terça-feira

Deputados querem entender relação entre Amandio João da Silva Júnior e um dos empresários investigados

Foto: Reprodução

O ex-secretário de Estado da Casa Civil, Amandio João da Silva Júnior, será ouvido nesta terça-feira (30) pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada na Assembleia Legislativa de SC (Alesc) para apurar a compra dos 200 respiradores da Veigamed.

Na sessão da última terça-feira (23), os deputados apresentaram a reprodução de uma conversa via aplicativo entre Amandio e o empresário investigado Samuel de Brito Rodovalho. Os membros da Comissão consideram o fato grave, apesar da testemunha ter afirmado que Amandio ainda não estava no cargo quando a conversa entre os dois ocorreu.

"Isso é gravíssimo. Não tem como a gente acreditar na informação que o senhor deu agora de que o governador não sabia. [...] Essa informação não tem nenhum crédito pela relação que ele tem com o secretário da Casa Civil. A CPI não pode dar crédito para essa informação", afirmou o relator da CPI, deputado Ivan Naatz (PL).

Após ser citado, o ex-secretário da Casa Civil emitiu uma nota de esclarecimento. Nela, diz que a foto é de 22 de abril e que trata de "um negócio privado, transparente e que acabou não acontecendo. Destaco que neste período eu não exercia qualquer cargo público". 

Mesmo afirmando que que não conversou com o empresário sobre a compra dos respiradores, Amandio foi exonerado. O governo de SC publicou nota justificando que fora do Executivo, ele "pode melhor prestar seus esclarecimentos pessoais".

Além do ex-chefe da Casa Civil, também foram convocados para prestar depoimentos na sessão desta terça o responsável pelo setor de Controle Interno e Ouvidoria da Secretaria de Estado da Saúde, Frederico Tadeu da Silva, e o gerente de execução financeira da pasta, Tyago da Silva Martins. A sessão está marcada para às 17 horas.





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br