poder

CPI dos respiradores fará primeira reunião na próxima terça-feira

Comissão deve votar acareação de investigados e definir roteiro de trabalho

Foto: Rodolfo Espíndola/Agência Alesc

Na próxima terça-feira (12), a comissão parlamentar de inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa de SC (Alesc) que investigará supostas irregularidades na compra de 200 respiradores fará sua primeira reunião. A convocação foi feita nesta quinta-feira (7) pelo presidente da comissão, deputado Sargento Lima (PSL).

Um dos principais assuntos discutidos neste primeiro encontro será a deliberação sobre o pedido dos deputados João Amin (PP) e Laércio Schuster (PSB), para a acareação entre o secretário da Casa Civil, Douglas Borba, o ex-secretário de Saúde, Helton Zeferino e a servidora Marcia Pauli, que foi exonerada após participar do processo de compra dos respiradores.

Durante a reunião também será votado o requerimento de Amin para que o empresário Rafael Wekerlin e o controlador-geral do Estado, Luiz Felipe Ferreira, sejam ouvidos pela CPI. A empresa de Wekerlin enviou ao governo proposta para venda de respiradores mecânicos, e segundo as denúncias, teria sido copiada pelas outras que participaram do certame. 

Além da votação dos requerimentos, os membros também vão discutir o roteiro de trabalho da CPI. A comissão tem até 120 dias para entregar o seu relatório final.

A CPI foi instalada na última terça-feira (5) e tem nove integrantes: o presidente Sargento Lima (PSL), o vice-presidente Valdir Cobalchini (MDB), o relator Ivan Naatz (PL), além dos membros Moacir Sopelsa (MDB), Felipe Estevão (PSL), João Amin (PP), Milton Hobus (PSD), Marcos Vieira (PSDB) e Fabiano da Luz (PT). 




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br