Poder SC 021 - Comando formado

Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL

Comando formado

A Assembleia Legislativa entrou em recesso já com nomes definidos para a mesa diretora da Casa para 2021 e 2022. O acerto, que às vezes avançava janeiro, revela a sintonia do Parlamento para os próximos dois anos e evita embates, como os que serão vistos na Câmara Federal e no Senado. Mauro de Nadal, no primeiro ano, e Moacir Sopelsa (MDB), no segundo,  dividirão a presidência. A vice-presidência ficará com o PL: Marcius Machado e Mauricio Eskudlark, respectivamente. A novidade é o ingresso do PSL. O partido do governador Carlos Moisés havia ficado de fora da costura política da primeira metade do mandato, apesar das seis cadeiras conquistadas: Ricardo Alba será 1º secretário. A 2ª secretaria está reservada ao Progressistas. A composição ainda tem Padre Pedro Baldissera (PT) como 3º secretário e Laércio Schuster (PSB) como 4º secretário. Entre as grandes bancadas, PSD ficou de fora. 

 

Desafios

A principal matéria a ser avaliada na Casa em 2021 será uma reforma da Previdência estadual. No ano passado o governo fez uma proposta, que não avançou. A meta agora é apresentar um projeto mais amplo e com discussões dentro de um comitê. Boa parte dos deputados estão convencidos de que uma reforma é necessária e citam o déficit - cerca de R$ 5,2 bilhões em 2021 - como principal motivação.  O embate ocorrerá nos pormenores, em onde a reforma apertará mais. Na discussão da primeira proposta, já se avizinhavam desentendimentos. 

 

- O presidente da Alesc, deputado Julio Garcia (PSD), que encerrará o mandato em fevereiro, disse que os processos de impeachment que correram no Parlamento em 2020 não atrapalharam o andamento de outras propostas para Santa Catarina e que nenhum projeto ficou pendente. Já no Executivo, existe entendimento oposto. 

 

- Além da Alesc, também há processo eleitoral nos outros poderes. Adircélio de Moraes Ferreira Júnior foi reeleito no comando do Tribunal de Contas do Estado (TCE). No Ministério Público, a votação ocorre somente em março, mas o único candidato é o atual procurador-geral, Fernando Comin.

 

- Já dá para pensar em 2022 com essa composição de mesa da Assembleia. O PL, do senador Jorginho Mello, aparece mais protagonista... ganhou espaço com as eleições municipais. Além disso, voltou à aliança com o PSL no Parlamento estadual, para formar um bloco com dez parlamentares. Cresceu.


A Poder SC é uma coluna impressa semanal da Agência Adjori/SC de Jornalismo. Atualmente, a veiculação acontece em mais de 20 jornais associados em todas as microrregiões de Santa Catarina. A coluna traz conteúdos relevantes da política estadual e dos poderes constituídos.




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br