PELO ESTADO
Notícias e reportagens publicadas em jornais de todo o Estado
Pelo Estado

Inadimplência sobe em setembro

Inadimplência sobe em setembro


Divulgação: Agência Brasil/

Santa Catarina registrou alta de 0,4% no número de inadimplentes em setembro, segundo informação divulgada nesta sexta-feira pela Federação das Associações Empresariais (Facisc). No acumulado setembro de 2018 a setembro de 2019, a inadimplência cresceu e chegou a 6,4%. Entre as cidades pesquisadas, os maiores crescimentos aconteceram em São Bento do Sul (1,25%), Rio do Sul (1,15%) e Joinville (0,97%). Por outro lado, registraram as maiores quedas no número de devedores Lages (-0,44%), Tubarão (-0,17%), e Caçador (-0,02%). O estudo também apurou o índice de recuperação de crédito. Segundo os dados, houve queda de -4,2% no período. As cidades que registraram as maiores altas foram Chapecó (4,7%), Criciúma (4,5%), e Rio do Sul (4,4%). No acumulado dos últimos 12 meses, a recuperação de crédito avançou 9,8%. Segundo o economista da Facisc, Leonardo Alonso Rodrigues, os consumidores catarinenses, depois de alguns anos, começam a apresentar problemas com relação ao pagamento de suas dívidas. A recuperação de crédito cresce também, mas em ritmo mais acelerado. "Isso se dá porque Santa Catarina tem uma recuperação do crescimento econômico mais acelerada do que acontece no Brasil", disse. "Com o maior volume de vendas no comércio e a volta do consumo, uma parte dos consumidores já registram dificuldades em honrar seus compromissos. Com o aumento do emprego e a recuperação da renda, boa parte das famílias catarinenses vêm registrando um reequilíbrio mais vigoroso das dívidas", completou. Para o resultado acumulado em 12 meses, a inadimplência registrou queda de -3% no Brasil. Já a recuperação do crédito registrou queda de -3,3% no país durante o mesmo período. 



Modelo sustentável


Divulgação: Amcred-Sul/

O presidente da Associação das Instituições de Microcrédito e Microfinanças da Região Sul do Brasil (Amcred-Sul), Marcio Rossini, está à frente da organização do V Encontro do Programa de Microfinanças, marcado para o dia 19, na sede do Sebrae-SC (Parque Tec Alfa), em Florianópolis. Rossini apontou como destaque do evento a comemoração dos 20 anos do microcrédito e da parceria com o Badesc. "Este é o ponto principal, porque alcançamos um modelo sustentável", definiu. Além dos primeiros diretores das Oscips, que vão relembrar a história do microcrédito no estado, foi convidado para palestrar sobre o Momento do Crédito no país o presidente do SPC Brasil, o catarinense Roque Pellizzaro Jr. Outro ponto alto do evento será a entrega de prêmios do Concurso de Talentos em duas categorias - Agentes de Crédito e Empreendedores.


Não ficou calado "O Brasil vive uma democracia consolidada, o que garante aos cidadãos clareza sobre deveres e segurança sobre os direitos. A manutenção da democracia, com o fortalecimento e aperfeiçoamento das instituições, são fundamentais para que sigamos o rumo do desenvolvimento social e econômico." A manifestação é do governador Carlos Moisés, nesta sexta-feira (01), à manifestação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) sobre a volta do regime de exceção AI-5, que marcou os anos mais duros do regime militar no Brasil. Mesmo sendo do mesmo partido do deputado, Moisés foi que se manifestou com mais veemência sobre o assunto em Santa Catarina.


Vale lembrar que Moisés já disse que não sai do PSL no caso da debandada de alguns nomes nacionais, como o do próprio presidente Bolsonaro, que tem tido embates frequentes com a direção da sigla. O governador fala que antes de concorrer ao cargo tratou de aprofundar o conhecimento sobre o ideário do PSL. E afirma que concorda com as bandeiras sociais e liberais da sigla.


Incentivo fiscal Como uma das vozes mais contundentes no debate sobre incentivos fiscais dentro da Assembleia Legislativa, o deputado Milton Hobus (PSD) não está angariando muita simpatia dentro do Executivo. Ainda assim, saiu satisfeito de uma reunião que teve com o secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba. O acirramento é mesmo quando o assunto é benefício fiscal.


Fogo no parquinho? A principal comissão da Assembleia Legislativa, de Constituição e Justiça (CCJ), teve sua composição alterada. É que a bancada do PSL resolveu fazer um rodízio meio fora de época. Sai o Coronel Mocellin, que estava na CCJ desde o começo do ano, e entra Ana Campagnolo. A mudança foi informada por meio de ofício assinado pelo deputado Sargento Lima, líder da bancada pesselista, que, por sua vez, acabou de assumir o posto no lugar de Ricardo Alba, campeão de votos. Outra mudança da semana foi a saída do PSL do bloco que mantinha com o PL.


Audiovisuais para a TVAL Divulgado nesta sexta-feira (01) o resultado da Seleção Concurso TVAL de Audiovisuais Catarinenses. A iniciativa, inédita no Parlamento, é parte das comemorações pelos 20 anos da TV da Assembleia Legislativa. As séries selecionadas receberão R$ 25 mil cada e os filmes, R$ 8 mil, além da exibição do material na TVAL. O resultado está no link bit.ly/2N8AfNV.





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br