TURISMO

Turismo: Região da Grande Florianópolis além de praias

09 Fevereiro 2018 10:42:00

Pequenas cidades que rodeiam a região proporcionam outras belezas naturais

Pomar de Clemenules
Foto: Tarcísio Mattos
Pomar de Clemenules

São muitas e variadas os encantos naturais em Santa Catarina a serem curtidas na temporada de verão. O litoral, com 500 km de praias espetaculares e montanhas cinematográficas, é aclamado internacionalmente pelas possibilidades de se desfrutar dos prazeres proporcionados pela água salgada e todas as suas delícias. Mas não é só o litoral que faz o verão nesse estado repleto de boas surpresas.

Quem já curtiu o agito das praias e quer levar mais experiências bacanas das férias, ou quem prefere fugir e passar alguns dias longe do estresse e do trânsito intenso, basta dar um giro em um raio de 100 km a partir da Capital, para se encantar com montanhas, vales, rios de águas límpidas, boa comida e a cultura de pequenas cidades ainda desconhecidas do turismo de alta densidade.

Uma delas é Alfredo Wagner, a Capital das Nascentes, nas margens da rodovia BR 282, a meio caminho entre Lages e Florianópolis. Chegar em 'Alfredo', de ônibus ou de carro, é puro deslumbramento com as visões das paisagens bonitas que há no trajeto.

Estúdios Enxaimel/Foto: Eduardo Marques

Bem perto do centro da cidade, na sinuosa e bem conservada estrada que até a década de 1980 era a ligação entre a Serra e o Litoral, ou pela estrada que leva ao distrito de Santa Bárbara, está a Pousada Pedras Rollantes, garantia de tranquilidade num ritmo em sintonia com a natureza. Nota-se que é uma pousada diferente ainda antes de se adentrar pelos portões do Sítio de produção orgânica.  A propriedade rural de 28 hectares, encravada no Vale do Rio das Águas Frias, possui apenas cinco unidades, sendo duas na encosta Leste e três na encosta Oeste, e cada conjunto conta com acesso próprio. Quem chega para ocupar uma das Casas, antes enxerga a imponente construção enxaimel onde estão os Estúdios. Quem desce a estrada interna do Sítio para se hospedar nos Estúdios, antes é brindado com a visão das Casas entre as plantações de tangerinas clemenules. 

Casa Torta/Foto: Daniel Conzi

Pedras Rollantes é um lugar onde literalmente rola uma outra percepção do tempo e da vida. Parece que tudo ali foi pensado para proporcionar tranquilidade e satisfação a quem deseja passar dias felizes na companhia de um amor, da família, de amigos ou até mesmo sozinho. 

O Sítio é cortado pelo Rio das Águas Frias, um dos nascedouros da vertente Sul da bacia do Itajaí Açu e suas suaves corredeiras são excelentes para banhos refrescantes e para a prática da milenar arte zen do empilhamento de pedras. E também para embalar o sono de quem se hospeda na Casa da Cama ou na Casa Torta, duas das unidades da encosta Oeste. A outra é a Casinha, construída na parte alta do terreno, com quase 60 metros quadrados e ideal para acomodar até quatro adultos e duas crianças. 

Rio das Águas Frias/Foto: Divulgação

As três casas são de madeira muito antiga. As árvores de onde saíram suas tábuas, vigas e assoalhos foram derrubadas na década de 1930 para a construção de uma igreja na comunidade de Barro Branco, a 30 km da sede do município. O templo foi desmanchado por volta de 1980 para dar lugar a outro, de alvenaria, e o material foi utilizado para erguer um salão comunitário. Interditado pela defesa civil e desmanchado em 2015, a madeira do salão veio para Pedras Rollantes, onde foi retrabalhada para a construção das três casas e para a feitura de todos os móveis - exclusivíssimos, por sinal. O aproveitamento de material também é notado nas amplas janelas abertas para as paisagens, todas montadas a partir de vidros que foram descartados em reformas ou demolições na Capital. 

A grande casa da montanha em frente, onde estão os Estúdios Enxaimel, não deixa por menos em relação ao reaproveitamento de materiais. Datada do final do século 19, foi encontrada em estado de abandono, em 2010, na Serra gaúcha antes se ser desmanchada e remontada aqui com seus mais de nove mil tijolos maciços e centenas de peças de madeira unidas por encaixes, técnica que deixa à mostra a estrutura característica da tradicional arquitetura colonial de origem germânica. 

Em contraste, e ao mesmo tempo em perfeita harmonia com a construção, no térreo estão o Estúdio Enxaimel Nascente e o Estúdio Enxaimel Poente, espaços com desenhos contemporâneos e um agradável ar clean, totalmente independentes da casa que lhes dá abrigo. Tão bonitos de olhar que dá vontade de ficar. E independência e autonomia para os hóspedes é o que não falta em Pedras Rollantes. 

Estúdios Enxaimel/Foto: Eduardo Marques

As três casas e os dois estúdios são equipados com cozinhas e copas completas e os hóspedes recebem uma cesta com produtos orgânicos e outros alimentos para que possam preparar suas próprias refeições durante todo o período que durar a estadia. Não são raros os que as levam para piqueniques à sombra das árvores na beira do rio. Da cesta não consta o que pode ser colhido. Então, quem quiser temperos verdes, hortaliças ou frutas, pode colher nas hortas ou nos pomares. E até recolher ovos nos galinheiros. 

Os ambientes aliam simplicidade, bom gosto e conforto. Das arquiteturas aos acessórios, das roupas de cama bem cuidadas aos apetrechos de cada cozinha, até os temperos nos potinhos, tudo tem jeitinho de 'casa de revista', mas sem exageros ou afetações. 

Estúdios Enxaimel/Foto: Eduardo Marques

Vale muito a pena trocar, por uns dias, a cidade grande e seus transtornos por uma vida mais simples, mais saudável e em maior consonância com os ciclos da natureza. E foi justamente isto que fizeram Eduardo Marques, que administra os Estúdios, e Tarcísio Mattos e Lu Eicke, sua esposa que tocam as Casas da Pousada. Eles são jornalistas e foram sócios em uma agência de notícias e numa editora em Florianópolis, ela foi empresária de moda. E é um pouco do que vivenciam diariamente que os três entregam a quem quer um tempo e um espaço onde é possível perder as noções de tempo e de espaço.







logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br