Irregularidades

Irregularidade na sede do Detran/SC pode ter causado prejuízo de R$ 3 milhões

Foto: Arquivo/Secom
Prédio fica localizado no bairro Estreito, em Florianópolis

Um levantamento realizado pelo Detran/SC apontou a existência de indícios de irregularidades no contrato de locação do prédio da antiga sede do órgão, localizada no bairro Estreito, em Florianópolis. Foi constatada uma possível diferença de 900 m² entre a área efetivamente alugada pelo governo e a área construída e disponibilizada pela locadora.

O contrato esteve vigente pelos últimos 27 anos. Somente nos últimos cinco anos, o prejuízo estimado seria de R$ 3 milhões. Os apontamentos serão enviados para a Controladoria-Geral do Estado nesta terça-feira (22).

O relatório ainda levanta suspeita para uma dupla locação da área de lanchonete, que estaria sendo contabilizada no contrato com o governo do Estado e também com um locatário privado. Em setembro deste ano, o Detran mudou para uma nova sede, no bairro Coqueiros, em Florianópolis.

"Desde a transição estamos revendo os contratos, verificando o que está em conformidade com a lei e com a verdade. Este é mais um deles. Toda vez que um contrato lesa o interesse público e tem desvios de finalidade, geralmente, é utilizado para remunerar um sistema de corrupção do qual nós não participamos e não iremos participar", destacou o governador Carlos Moisés da Silva.

A diretora do Detran/SC, Sandra Mara Pereira, explicou que as informações estão sendo apuradas desde fevereiro. Em junho, foi montada uma comissão para as providências preliminares. O relatório foi encaminhado na última semana aos órgãos de controle do Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado.




logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br