florianópolis

Inicia o 2º Seminário Internacional de Proteção e Defesa Civil

13 Março 2018 15:37:00

Evento reuniu 1,7 mil pessoas para troca de experiências e debate sobre políticas públicas no setor

Foto: Jeferson Baldo/GVG

Para despertar na população e governos a importância da prevenção à desastres naturais, está sendo realizado em Florianópolis, o 2º Seminário Internacional de Proteção e Defesa Civil, com o tema "Importância das Políticas Públicas na Redução de Riscos e Desastres". O governador Eduardo Pinho Moreira participou da abertura do evento, na manhã desta terça-feira (13) e destacou a atuação da Defesa Civil catarinense.

"Temos uma Defesa Civil atuante, organizada com programas e projetos que são reconhecidos no mundo inteiro. E este seminário mostra o respeito pelo trabalho realizado no Estado. As trocas de ideias, experiências, a prevenção e a preservação da vida e do patrimônio são fundamentais. Temos muito orgulho da Defesa Civil catarinense e tenho certeza que vamos avançar ainda mais para a proteção das pessoas", destacou o governador, que recebeu o colete da Defesa Civil de SC.

Até a quarta-feira (14), mais de 1,7 mil participantes de Santa Catarina e de outros estados, poderão conferir palestras, estudos de caso e experiências de sucesso de defesas civis municipais do país, além de questões ligadas ao desenvolvimento com sustentabilidade. O objetivo é aumentar o senso de percepção de risco e debater sobre as políticas públicas na redução de riscos de desastres e os projetos realizados para aumentar a resiliência dos catarinenses, tendo como referência um dos maiores desastres no Estado, a enchente de 2008, que completa dez anos. Os secretários da Defesa Civil nacional, Renato Newton Ramlow, e estadual, Rodrigo Moratelli, também estiveram no evento.

O secretário da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, informou que o seminário é uma forma de conectar a população com os órgãos responsáveis pela pesquisa, planejamento, emissão de alertas, gerenciamento de riscos e operações.

"É necessário prever, planejar e reduzir o risco de desastres para proteger de forma eficaz a vida das pessoas, comunidades e municípios. O evento é um momento de debate e faz parte de um ciclo de seminários. Fizemos um em 2013, sobre a importância da estrutura das defesas civis, agora, estamos tratando de políticas públicas e, em 2021, vamos trabalhar com a importância dos planos municipais para gestão de riscos", explicou o secretário.

Moratelli também reforçou a necessidade de mais prevenção e instinto de autoproteção. "Devido aos desastres que Santa Catarina enfrentou, tivemos muitas perdas humanas e capitais. Paralelo a isso percebemos o avanço em proteção e defesa civil frente aos eventos adversos que nosso Estado superou. Precisamos despertar a percepção de risco nas pessoas e instinto de autoproteção", salientou.

"Estou aqui para prestigiar todo o trabalho da Defesa Civil de Santa Catarina, que é uma grande instituição que se destaca na América Latina. E consequentemente, este seminário vai trazer experiências e trocas de ideias para aprimorar cada vez mais o sistema de alerta e prevenção e, com isso, salvar e antever desastres", salientou o secretário nacional da Defesa Civil.






logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br