kcws

Especialistas discutem inovação e tecnologia em Florianópolis

Capital sedia até quinta-feira encontro da Cúpula Mundial das Cidades do Conhecimento

Foto: Murici Balbinot

Teve início na manhã desta segunda-feira (4), em Florianópolis, a 12ª edição do Knowledge Cities World Summit (KCWS), ou Cúpula Mundial das Cidades do Conhecimento. O evento reúne na Capital catarinense lideranças de gestões públicas, privadas, acadêmicos, e especialistas do mundo todo sobre inovação e tecnologia. A programação segue até quinta-feira (7), no Hotel Sesc Cacupé. 

"No final de 2018, quando foi anunciado que o próximo seminário internacional de cidades do conhecimento seria realizado pelo Sistema Fecomércio-Sesc-Senac em Florianópolis, não imaginávamos a dimensão que este evento ganharia", disse o presidente da Fecomércio/SC, Bruno Breithaupt. 

"Espero que o KCWS deixe um legado para Florianópolis, para Santa Catarina e para o Brasil. E que em alguns anos possamos revelar que foi neste encontro que muitas mudanças começaram a ser postas em prática", completou. 

O evento possui 500 inscritos. Durante quatro dias, terá extensa programação para intercâmbio de estratégias em diversas áreas. Além disso, premia as cidades do conhecimento. O Brasil teve duas representantes: Bento Gonçalves-RS venceu na categoria Cidade do Conhecimento Emergente; e Florianópolis foi finalista na categoria Região de Conhecimento. 


                                                                                                                                                                    Foto: Murici Balbinot


O secretário adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Amandio da Silva Junior, citou o exemplo de Israel que, mesmo sem recursos naturais abundantes, consegue ter alta renda per capita. "Por que não fazer Santa Catarina o estado mais inovador do mundo? Com inovação, vamos transformar a economia do Estado em uma economia ainda mais pujante", afirmou. Segundo ele, Florianópolis já é reconhecida pelas boas práticas, mas que existe o desafio de levar a inovação a todo o Estado.

O presidente do conselho deliberativo do Sebrae/SC, Alaor Francisco Tissot, citou as quatro áreas de maior demanda: segurança, mobilidade, meio ambiente e infraestrutura. Para ele, além de ações públicas e coordenadas, é hora de trocar de hábitos. "Quase todos vieram de carro e sem acompanhante. Isso vai ser inviável em Florianópolis daqui a três ou quatro anos", disse. 



A Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina (Adjori/SC) é apoiadora do evento. Na foto,
o vice-presidente da Adjori/SC, Valmoci Jesus de Souza, o presidente da Fecomércio/SC, Bruno Breithaupt,
e o presidente da Adjori/SC, José Roberto Deschamps. Foto: Murici Balbinot



Leia mais:

>>>Cidades precisam ter soluções exclusivas, defende especialista




Imagens





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br