g. florianópolis

Em nota, ACIF condena baladas e eventos clandestinos

Foto: Murici Balbinot/Arquivo

A Associação Empresarial de Florianópolis (ACIF) emitiu nota nesta quarta-feira (17) em que repudia a realização de eventos e baladas clandestinas.

No texto, a entidade afirma que "os principais focos de transmissão estão longe da atividade empresarial regular" e que "a maioria [das empresas] está empenhada ao máximo para manter a segurança da população e de seus colaboradores".  

A ACIF diz ainda que acompanha o andamento da doença na cidade e reforça a importância da rede de atendimento de saúde. 

O documento foi publicado após avanço da doença na cidade. Em 14 dias, foram mais 3,4 mil casos e 27 óbitos. Além disso, a ocupação de leitos de UTI adultos na região subiu para 91,6%. 


Leia a nota na íntegra:

Desde o início da pandemia, a Associação Empresarial de Florianópolis (ACIF) defende a adoção e o cumprimento de todos os protocolos sanitários para o combate à transmissão do Coronavírus - e também do acolhimento precoce, que salva vidas e pode auxiliar em evitar o agravamento da doença se aplicado logo nos primeiros sintomas. No trabalho realizado junto a sua rede de associados e aos empresários da Capital, percebe que a maioria está empenhada ao máximo para manter a segurança da população e de seus colaboradores. Porém, considera que os principais focos de transmissão estão longe da atividade empresarial regular.

A entidade alerta que a disseminação da doença ocorre, principalmente, nas baladas e nos eventos clandestinos. Portanto, reforça a necessidade de união e consciência das pessoas, mantendo a proteção dos grupos de risco.

A ACIF acompanha o número de leitos disponíveis na cidade e a importância da ampliação da rede de atendimento, sendo parceira e ficando à disposição do poder público para auxiliar nas soluções.

Florianópolis, 17 de fevereiro de 2021.

Rodrigo Rossoni, presidente

mais sobre:

Geral Saúde ACIF


logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br