meio-oeste

Em Caçador, Moisés entrega ordem de serviço para a SC-135

Em agenda de entrega de convênios e liberação de emendas impositivas dos parlamentares em Caçador, no Meio-Oeste Catarinense, nesta quinta-feira (18), o governador Carlos Moisés (PSL) afirmou que não vai faltar recursos para a revitalização das rodovias estaduais e defendeu o repasse de R$ 200 milhões para auxiliar na conclusão da rodovia federal BR-470.

Moisés falou do volume de investimentos que começam ser destravados a partir deste momento no governo. "Temos mais de R$ 10 bilhões para investir em 2021 e 2022. São recursos próprios dos catarinenses, do governo do Estado, sem pegar financiamento. Só na infraestrutura nós planejamos investir R$ 5,5 bilhões", disse. "Vamos interligar as rodovias estaduais. Levar mais acessos aos municípios, muitas vezes em parceria com os próprios municípios", disse. 

Com essa garantia de investimentos nas rodovias catarinenses, o governador defendeu o investimento na BR-470. "Isso não significa dizer que a gente não possa também ser parceiro do Governo Federal para acelerar o processo da BR-470 que para os catarinenses é muito caro. Nós perdemos vidas na 470. Sem falar que aquela região é forte em desenvolvimento, logística e tecnologia. Então, dinheiro investido em infraestrutura retorna para os catarinenses. Mesmo que a rodovia seja federal, ela passa em municípios catarinenses. Sempre vai morar um catarinense lá e o cidadão não quer saber de onde vem o dinheiro, ele quer saber se os governos trabalham para resolver os seus problemas", ponderou. 

Em Caçador o governador já começou esse processo de liberação de recursos para a infraestrutura. O chefe do Executivo Estadual entregou a ordem de serviço para a revitalização da rodovia SC-135, entre Caçador e Videira. A obra será feita em dois trechos cada um com orçamentos defasados em função do projeto estar parado há anos. O governador acredita que com o ajuste dos valores a obra deverá consumir em torno de R$ 40 milhões. Ele usou essa obra para exemplificar a realidade de muitas obras paradas no Estado, que agora serão retomadas. 

"O importante é que os recursos hoje estão disponíveis, porque nós fizemos a lição de casa. Saímos de um déficit lá em 2018 de R$ 1,2 bilhão e em 2019 fomos para um superávit de R$ 160 milhões. Já ano passado fechamos o ano com um superávit de R$ 1,8 bilhão, isso tendo pago inclusive a dívida da saúde de mais de R$ 700 milhões", disse. 


Emendas

Ele explicou que o momento é de aumento dos investimentos. Como exemplo ele citou o pagamento das emendas impositivas dos deputados. Lembrou que o atual governo já pagou R$ 620 mil de emendas atrasadas de 2018. Para este ano o governador planeja o pagamento de mais de R$ 1 bilhão em emendas impositivas, honrando as indicações dos parlamentares. 

Na região de Caçador ele também participou da inauguração da Escola Municipal Princesa Izabel, realizada em parceria com a prefeitura de Lebon Régis e celebrou a entrega de diversas emendas impositivas de deputados contemplando um total de 13 municípios do Meio-Oeste. Só no ato em Caçador foram liberadas emendas impositivas na ordem de R$ 11.105.900,00. Em outro ano, à tarde, em Lebon Régis outras emendas foram liberadas no valor de R$ 870 mil. 

O governador também foi agraciado com o título honorífico de Doutor Honoris Causa, concedido pela Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe (Uniarp) ao lado do advogado Neoberto Geraldo Balestrin, presidente da Diretoria Executiva e do Conselho Curador da FUNIARP.

Com informações do Jornal Informe Caçador



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br