Coronavírus

Coronavírus: casos confirmados em SC sobem para 301

Segundo Moisés, governo discutirá regras para retorno de profissionais liberais e autônomos no final de semana

Foto: Reprodução

O governo do Estado atualizou o número de casos confirmados de Coronavírus em Santa Catarina nesta sexta-feira (3). Segundo Carlos Moisés da Silva, são 301 confirmações. Além disso, até agora foram registradas cinco mortes pela Covid-19. 

Cinco novas cidades entraram na lista de casos confirmados: Araranguá, Governador Celso Ramos, Irati, Morro da Fumaça e Palhoça. Ao todo, são 48 municípios atingidos. 

São eles: Florianópolis (78), Blumenau (24), Criciúma (23), Itajaí (19), Joinville (17), Tubarão (15), Braço do Norte (12), São José (12), Balneário Camboriú (10), Antônio Carlos (8), Camboriú (7), Chapecó (5), Imbituba (6), Jaraguá do Sul (5), Navegantes (4), Porto Belo (4), Brusque (3), Gravatal (3), Gaspar (2), Itapema (2), Jaguaruna (2), Papanduva (2), Rancho Queimado (2), São Ludgero (3), Siderópolis (2), Araranguá (1), Balneário Arroio do Silva (1), Biguaçu (1), Canelinha (1), Governador Celso Ramos (1), Içara (1), Indaial (1), Irati (1), Joaçaba (1), Lages (1), Laguna (1), Mafra (1), Morro da Fumaça (1), Palhoça (1), Paulo Lopes (1), Pescaria Brava (1), Pomerode (1), São Francisco do Sul (1), São Lourenço do Oeste (1), São Pedro de Alcântara (1), Tijucas (1), Timbé do Sul (1) e Urussanga (1).

Além disso, foram registrados casos de outros estados (5) e outros países (3).

Moisés voltou a citar a soma de leitos de UTI no Estado. O plano da Secretaria de Saúde é atingir 1,5 mil leitos públicos de UTI até o final de maio. Os equipamentos estão sendo montados em hospitais próprios e filantrópicos. Além disso, o Estado prepara a 'compra' de mais 1 mil leitos na rede privada, o que geraria um total de 2,5 mil leitos disponíveis. 

"Vamos sair de uma média de 1,58 leitos por 10 mil habitantes para 3,52 leitos por 10 mil habitantes", afirmou. Segundo ele, esta é uma margem de segurança e emergência para a população. Moisés reafirmou ainda o repasse integral para hospitais filantrópicos: o Estado abandonou critérios de produtividade e pagará o teto do convênio. O acréscimo corresponde ao aporte de R$ 276 milhões em saúde distribuídos em todas as regiões do Estado. 

O secretário de Saúde, Helton de Souza Zeferino, confirmou a chega de 5,2 mil novos kits para testar Covid-19. São 4,6 mil oriundos do Ministério da Saúde e 600 por compra direta do Estado. 


Novas liberações

Moisés anunciou em rede social que o governo trabalhará durante o final de semana nas regras para liberação de profissionais liberais e autônomos. O governo prevê mais estudo porque o primeiro setor autorizado a atuar, os bancos, tiveram sobrecarga de pessoas e a experiência foi considerada negativa. Para corrigir o problema, o Estado deve estabelecer regras mais claras para a liberação de novos setores. 

Segundo ele, a intenção é que os trabalhadores "possam retomar atividades na 2a feira [6]". Até agora, o Estado autorizou a volta ao funcionamento de bancos, cooperativas de crédito e lotéricas e a construção civil e o comércio ligado ao setor. 

 


 



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br