Em alta

Confiança do comerciante cresce 1,6% em janeiro e atinge recorde histórico

Segundo a Fecomércio/SC, condições atuais da economia devem favorecer os investimentos neste ano

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) subiu 1,6% em janeiro e atingiu 137,6 pontos, o maior resultado desde 2010, quando a pesquisa começou a ser realizada. Entre os itens que ajudaram a alavancar o indicador, estão a melhora das condições atuais da economia e do comércio, que no período cresceram 9,5% e 7%, respectivamente. 

O ICEC, que acumula alta de 8,8% nos últimos 12 meses, varia de 0 a 200 pontos. Quanto mais próximo de 200, mais confiante o empresário está. Os dados foram apurados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio/SC).

Segundo a entidade, existe uma tendência ascendente na confiança dos comerciantes, que é impulsionada pela aprovação da reforma da Previdência, redução dos juros, e início das discussões sobre a reforma tributária.

A Fecomércio/SC também prevê que os investimentos empresariais sejam mais robustos em 2020. De acordo com a pesquisa, o nível de investimento das empresas subiu 15,9% em um ano e a intenção de contratar funcionários cresceu 18,7%. 


Confiança é maior em grandes empresas

A pesquisa demonstrou também que a confiança é maior entre os grandes comerciantes. O índice de expectativa do setor é de 176,9 para empresas com mais de 50 empregados, enquanto para comércios menores, o índice é de 167,9.

Já o indicador de expectativa no próprio negócio é de 196,2 pontos em empresas maiores, valor significativamente maior quando comparado com as pequenas (171,7 pontos).





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br