Coronavírus

Casos confirmados de Coronavírus sobem para 235 em Santa Catarina

Governo acelera discussão e deve definir regramento para volta da economia até sexta-feira (3)

Foto: Reprodução

O governador Carlos Moisés da Silva atualizou na noite desta terça-feira (31) os casos de Coronavírus em Santa Catarina. Segundo o governo do Estado, são 235 confirmações em 39 municípios. Até agora, dois pacientes morreram pela doença: um homem de 86 anos, de São José, e um homem de 68 anos, de Joinville. 

Os municípios atingidos são: Florianópolis (58), Blumenau (19), Itajaí (18), Criciúma (17), Joinville (14), Braço do Norte (12), São José (10), Balneário Camboriú (9), Tubarão (9), Camboriú (7), Imbituba (5), Chapecó (5), Porto Belo (4), Brusque (3), Gravatal (3), Jaraguá do Sul (3), Navegantes (3), Gaspar (2), Itapema (2), Jaguaruna (2), Papanduva (2), Rancho Queimado (2), Siderópolis (2), Antônio Carlos (1), Balneário Arroio do Silva (1), Canelinha (1 ), Içara (1), Indaial (1), Lages (1), Laguna (1), Pescaria Brava (1), Pomerode (1), São Francisco do Sul (1), São Lourenço do Oeste (1), São Ludgero (1), São Pedro de Alcântara (1), Tijucas (1), Timbé do Sul (1), e Urussanga (1).

Além disso, são cinco casos de outros estados e três, de outros países. 

Nesta terça, o governador participou de reunião online com os deputados da Assembleia Legislativa. "Essa interação é muito importante. O governo do Estado conta com a participação de todos nessa crise. A parceria com a Alesc ajudará na superação dos obstáculos e na tomada de decisão, visando sempre o interesse da população", disse o governador.

O Executivo convocou dois parlamentares, que ainda serão definidos, para participar dos grupos de combate ao Coronavírus. Um deles acompanhará as ações de retorno da atividade econômica e outro atuará no Grupo de Ações Coordenadas (GRAC), que gerencia as ações do governo no enfrentamento à doença. 

Além de um parlamentar, o grupo econômico terá a representação da Federação das Indústrias (Fiesc), das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL/SC), do Comércio (Fecomércio/SC), das Associações Empresariais (Facisc), e das Cooperativas Agropecuárias (Fecoagro). Também irão integrar a equipe a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Estadual (MPSC), e Ministério Público do Trabalho (MPT), além de secretários de Estado. 

"Haverá uma série de reuniões para que possamos até sexta-feira [3] concluir esse trabalho. Importante ressaltar que a flexibilização das atividades deverá ser acompanhada da implantação de melhorias na rede hospitalar e esta é uma cobrança que todos nós estamos fazendo ao governo do Estado", disse a prefeita de São José e representante da Fecam, Adeliana Dal Pont. 

Segundo Moisés, o grupo ficará responsável por definir "o que abre, quando abre, e como abre", a fim de promover "um convívio com o vírus". O decreto de quarentena do governo segue até, pelo menos, 8 de abril. 





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br