brasil

BRF dá dicas de como manter a qualidade de alimentos congelados

Foto: Divulgação

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, tem como propósito oferecer para seus consumidores produtos saudáveis, práticos e seguros. Tendência de consumo reforçada diante das restrições vindas com a pandemia, os alimentos congelados possuem espaço consagrado na mesa dos brasileiros nas ceias de Natal e de Ano Novo. Como os produtos tradicionais das ceias são comprados antecipadamente é importante estar atento a alguns cuidados básicos para garantir o sabor e a qualidade nutricional dos alimentos. 

O congelamento apresenta uma série de vantagens, como por exemplo retardar o crescimento de microrganismos, as reações químicas e enzimáticas que ocorrem no alimento, prolongando a sua vida útil, se comparado a um produto que se mantém apenas resfriado. Com o objetivo de contribuir com dicas de cuidados que esses alimentos requerem, a nutricionista Natália Alencar, analista de Qualidade da BRF, compartilha recomendações:


Quais cuidados devo ter no transporte do produto do supermercado até o congelador?

É muito importante mantermos os alimentos em temperaturas seguras para que não ocorra o descongelamento do produto, e assim preservarmos suas propriedades, ou seja, é importante que fique o menor tempo possível fora do freezer. Uma dica muito importante para o transporte de alimentos congelados é ter no carro uma caixa ou bolsa térmica, um auxílio para que o produto se mantenha congelado.


Quando o alimento descongela, posso congelar novamente? Como evitar desperdício?

A primeira dica importante é quando ocorrer a falta de energia. Neste caso, evite ficar abrindo a geladeira e freezer para que os alimentos armazenados não descongelem tão rapidamente. Um produto descongelado não deve voltar ao freezer, assim uma dica para evitar o desperdício de um alimento cru é, após descongelar, preparar um prato pronto imediatamente e congelá-lo em porções.

 

Quais são as características de um alimento congelado próprio para consumo?

No momento da compra de um alimento congelado é importante observar se a embalagem está intacta, com a data de fabricação e validade legíveis. Os alimentos congelados devem apresentar uma névoa de gelo por cima da embalagem.


Como é o processo de congelamento?

O congelamento de alimentos pode ser realizado de forma lenta quando os produtos permanecem a baixas temperaturas sob ar parado até serem congelados lentamente e esse processo pode levar de 3 a 12 horas. Ou por congelamento rápido, que é um processo, no qual a queda de temperatura é muito brusca e o alimento é congelado em 30 minutos. Mas para isso alguns processos são utilizados na indústria de alimentos como: imersão; jatos de ar liberados em túneis com esteiras rolantes, por meio de freezers de congelamento ultrarrápido, ou congelamento por contato direto com o alimento.


Qual a vantagem dos alimentos congelados?

Contar com alimentos congelados em casa permite ao consumidor ter uma variedade de produtos no seu cardápio semanal, além disso é possível armazenar alimentos sazonais. Pensando na nossa vida corrida, congelar refeições ou pratos principais facilita nossa rotina diária, além de conseguirmos nos planejar financeiramente com o orçamento das compras de alimentos e descongelar apenas o que iremos consumir reduzindo o desperdício. Do ponto de vista sensorial e nutricional, os alimentos congelados adequadamente mantêm suas características de aroma e sabor parecendo até uma mercadoria fresca que acabou de ser preparada. Além disso, a redução da temperatura de estocagem pode diminuir a degradação de vitaminas ao longo do período de estocagem.


 

mais sobre:

BRF Geral Economia


logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br