coronavírus

Artistas catarinenses unem-se virtualmente e lançam duas músicas inéditas

Iniciativa faz parte de um movimento coletivo de artistas - o ConectArteSC - para driblar a falta de shows e de arrecadação

Neste momento de crise e de isolamento social, centenas de artistas catarinenses se uniram de forma virtual e produziram dois vídeos - com duas músicas inéditas - para compartilhar com a sociedade um pouco de esperança e para reforçar a ideia de que a hora é de união.

A primeira música lançada nesta sexta-feira - Todos Juntos - é um blues do compositor Terence Martinelli. "Tem uma letra simples que nos lembra de algo fundamental: temos uma voz coletiva e precisamos, juntos, seguir em frente", resume ele. A outra composição - Pra Não Deixar sem Música - é de Chico Martins, do Dazaranha, e será lançada no final de semana. "O mundo sem arte perde movimento e beleza, por isso me engajei neste projeto porque sei que a música é importante e se torna ainda mais em situações como essa".

A produção destes vídeos, que envolveu dezenas de pessoas, foi feita totalmente de forma virtual. Cada artista gravou a sua parte em casa e a enviou pela internet. A montagem do material em áudio ficou a cargo do produtor musical Duda Medeiros. Ele mandou um exemplo aos participantes e pediu que todos seguissem o modelo para que as peças juntas ficassem em harmonia. "Isto que está acontecendo no mundo é uma paulada, mas talvez sirva para nos lembrar do que é realmente essencial e de que, sem empatia, o caminho fica muito mais difícil. A arte, eu acredito, nos ajuda a encontrar este caminho", diz Duda.

Na música do Chico Martins, o produtor audiovisual Fernando Pereira Oliveira ainda está fazendo a edição das imagens e na música do Terence essa função ficou a cargo do fotógrafo e videomaker Antônio Rossa. Mayer Soares, designer e ilustrador, criou a arte da capa do single Todos Juntos. "É a junção de várias cores para mostrar que os artistas estão unidos em pensamentos e ações, mesmo que não estejam fisicamente próximos", explica.

Estas duas músicas fazem parte de um movimento maior que ganhou o nome de ConectArteSC e tem a participação no grupo de WhastApp de mais de 200 profissionais, entre eles artistas do teatro, do circo, das artes visuais e da dança, além de técnicos de som, iluminadores etc. O movimento surgiu espontaneamente com objetivo de mostrar para a sociedade que a hora é de união e também para buscar alternativas para a falta de shows e, por consequência, para a falta de arrecadação.

"A ideia", explica Antônio Rossa, "é levar entretenimento para o público, através de novos meios e novos formatos de apresentação, e promover eventos online com engajamento e bilhetagem espontânea". Estimativas iniciais, apenas destes primeiros dias, apontam que mais de 3,5 mil eventos musicais foram cancelados em Santa Catarina, com um prejuízo ainda sendo calculado.

A outra frente do ConectArteSC é dialogar com o governo e com os empresários locais para pensar estratégias a curto e médio prazo que atenuem estes prejuízos financeiros desencadeamos pela epidemia do novo Coronavírus. Os prejuízos acarretados pela impossibilidade de se fazer eventos culturais não atingem só quem atua no palco - eles prejudicam produtores, técnicos, empresas de som e luz, empresa de locação de vídeo, garçons, trabalhadores da limpeza, motoristas, rede hoteleira etc.

Enquanto isso, mesmo que pela internet, o show continua e os artistas continuam criando. É como celebra uma das músicas que está sendo lançada: "Enquanto o corpo não pode se aproximar / minha mente sacode para encontrar uma saída / Para não deixar sem música / Para não te deixar só / Para não perder a fé / Para não restar dúvida / E juntos, mesmo de longe, é sempre melhor".



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br