A Tomada de Laguna é a atração do mês

08 Julho 2004 00:00:00

Laguna está sendo palco durante todo o mês de julho da tradicional encenação que conta com a participação de importantes atores nacionais.

Rita Lombardi

A cidade está sendo palco durante todo o mês de julho da encenação "A Tomada de Laguna", com a participação de importantes atores nacionais.

A encenação da conquista de Laguna pelo revolucionário italiano Giuseppe Garibaldi, em 1839, durante a Revolução Farroupilha, ganhou ares de superprodução na edição 2004. A reconstituição das batalhas naval, de cavalaria e de infantaria, empolgou e emocionaram o público pela autenticidade e dramaticidade. Laguna torna-se a República Juliana durante 107 dias. A peça também revive a história de amor e paixão entre Anita e Giuseppe.

Os efeitos especiais, as luzes e o som, os tiros de festim e os duelos de espada, o empenho e dedicação dos quase 300 figurantes e o carisma e profissionalismo dos atores Werner Schünemann e Tarcísio Filho, nos papéis de Giuseppe Garibaldi e Teixeira Nunes, respectivamente, eletrizaram a platéia e comoveram até às lágrimas os amantes da terra da guerreira Anita Garibaldi.

Apresentado nos mesmos locais onde aconteceram os fatos, o espetáculo superou suas versões anteriores. Com alterações e adaptações no roteiro, a peça tornou-se mais dinâmica e as quase duas horas de espetáculo passam quase que despercebidas. Todos os detalhes foram cuidadosamente pensados. Os figurinos da época, a caracterização e postura dos atores e figurantes, o gestual e o vocabulário contribuem para enriquecer ainda mais a peça. Narrada por Schünemann, a história tem algumas cenas pré-gravadas, que são exibidas através de um telão. Durante as encenações, dois tenores e duas sopranos envolvem o público com um grande musical. O fato de ser ao vivo e ao ar livre oferece uma sensação de autenticidade.

Eliziane Marcelino, 18 anos, interpreta Anita Garibaldi pela segunda vez. A atriz amadora foi uma agradável surpresa ao público e aos colegas de espetáculo. Werner teceu valorosos elogios ao empenho e dedicação da moça. Espontânea e talentosa Eliziane não deixou nada a desejar à sua antecessora, Samara Fellippo, que fez Anita na fase adulta no ano passado. A semelhança entre as duas atrizes, aliás, gerou comentários nas arquibancadas.

A dedicação por parte de todos os atores e figurantes é louvável. Mesmo nas grandes cenas de batalha, quando o espectador confunde-se olhando para as embarcações, a cavalaria e os soldados lutando no solo, o esforço de cada um dos participantes em passar realismo ao público mereceu exaustiva salva de palmas, repetidas esporadicamente durante toda a duração do imbróglio armado.

Público vibra com espetáculo

Sucesso de crítica e público. O espetáculo teatral "A Tomada de Laguna", ambientado nos mesmos locais onde ocorreu a conquista da cidade catarinense durante a Revolução Farroupilha. Eletrizada, a platéia assistia às cenas de luta torcendo as mãos. Nos momentos de romance, profundos suspiros tomavam conta do ambiente. No encerramento, palmas esfuziantes homenagearam o empenho e a dedicação de todos os envolvidos.

O casal Teodoro Amaral, 38 anos, advogado, morador de Recife, Pernambuco, e Gláucia Pires, 37 anos, promotora, natural de Minas Gerais, não tiveram (muitas) palavras para definir a peça. "Simplesmente um espetáculo. Fenomenal. Um orgulho aos catarinenses e aos brasileiros", balbuciavam os dois. Teodoro e Gláucia vieram do Nordeste do país para conhecer a neve na cidade de São Joaquim.

O espetáculo teatral "A Tomada de Laguna" acontece durante todas as sextas a partir das 19h e sábados a partir das 18h, até o fim do mês de julho, no Centro Histórico de Laguna. O ingresso custa R$ 20.



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br