Recuperação

Setor de cargas no país atinge melhores resultados desde março

Apesar da leve recuperação, demanda por volume dos transportes ainda é 30,4% menor em relação aos índices pré-pandemia

Foto: Priscila Rangel/Agência Brasil

Segundo dados divulgados pela NTC&Logística, a demanda por volume do transportes de cargas no país durante a última semana - 29 de junho a 5 de julho - foi de -30,4% em relação aos níveis pré-pandemia. Este foi o melhor resultado registrado pela pesquisa desde a semana de 24 a 29 de março, quando a variação estava em -26,9%.

Na comparação com a semana anterior, o índice subiu 3,5 pontos percentuais (p.p). De acordo com a Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina (Fetrancesc), os resultados foram impulsionados por uma alta significativa na demanda por cargas fracionadas, que contêm pequenos volumes.

A pesquisa mostrou que este tipo de carga registrou um aumento de 7,5 p.p em relação a semana anterior, atingindo uma variação negativa de -23,5% frente aos níveis pré-pandemia.

Já as cargas lotação, que ocupam toda a capacidade dos veículos e são utilizadas principalmente nas áreas industriais e agrícolas, tiveram um aumento de demanda de 1,9 p.p, chegando a uma patamar de -34,3% ao observado antes da pandemia.

Outro resultado visto com otimismo pelo setor é a diminuição no percentual de empresas que tiveram queda no faturamento durante a crise, que caiu de 91% para 88%. Em abril, quando as medidas de isolamento social estavam mais restritivas, o índice chegou a 94%.





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br