mercado de trabalho

Santa Catarina pode ter a melhor empregabilidade do país, diz especialista

25 Fevereiro 2019 18:30:00

Santa Catarina encerrou 2018 com a criação de 39.647 vagas de emprego formais, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número é ligeiramente maior do que as 26.780 vagas de emprego criadas em 2017. A geração de empregos em números absolutos foi a terceira melhor do país, atrás apenas de São Paulo (146.596) e Minas Gerais (81.919). 

Além disso, o Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Santa Catarina foi considerado o terceiro melhor do país. O dado é medido pela eficiência no preenchimento de vagas. Hoje, mais de 2 mil empregos são ofertadas pelo Sine no Estado.

Para a responsável pela Diretoria de Trabalho, Emprego e Renda (Dite) da Secretaria de Estado da Assistência Social, Luciana Negreiros, o Estado deve buscar o posto de melhor empregabilidade do país. Para isso, diz ela, é preciso que os empresários confiem mais no Sine.

"O Sine não é só um banco de empregos. Ele faz um perfil completo e oferece cursos gratuitos aos trabalhadores", afirma. Segundo ela, existe um receio entre os empresários em utilizar a estrutura do Sine. Queremos trazer o empregador para perto, diz, e uma mudança na imagem do Sine é essencial.

Um exemplo que ilustra a atuação do Dite é a emissão da carteira nacional do artesão. O órgão cadastra artistas dos municípios e reconhece os profissionais por meio do documento. Além de trazer os trabalhadores para a formalidade, a carteira possibilita a participação em exposições e feiras do setor. 

Do ponto de vista do trabalhador, Luciana diz que deficiência é na qualificação. "A gente tem a Escola do Trabalhador e a Progredir. São cursos totalmente gratuitos, mas que exigem cadastro no Sine. Falta um pouco mais de procura nesta área de qualificar. Talvez por falta de informação, muitos deles nem sabem que temos esses cursos" afirma.





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br