coronavírus

Ocesc pede retomada da construção civil em SC

A Organização das Cooperativas do Estado de SC (Ocesc) pedirá ao governo do Estado a retomada das atividades de construção civil em Santa Catarina. Pelo decreto, apenas as obras públicas estão em funcionamento e a proibição segue até, pelo menos, 8 de abril. 

Segundo o presidente da entidade, Luiz Vicente Suzin, esse setor comanda uma grande cadeia produtiva, com mais de 15,4 mil empresas que sustentam cerca de 100 mil empregos diretos, e 6% de formação para o Produto Interno Bruto (PIB) catarinense.

O dirigente elogiou as medidas governamentais que permitiram o pleno funcionamento da agricultura, da pecuária e das agroindústrias, bem como o livre trânsito dos produtos agroalimentares. Também destacou como positiva a autorização para que os fornecedores de insumos para a agropecuária - fertilizantes, sementes, rações etc - continuassem em atividade.

Suzin pede a mesma compreensão para a construção civil, lembrando que ela está transversalmente integrada a muitos outros setores, como os projetos habitacionais, industriais, agrícolas e de obras de infraestrutura e de superestrutura de interesse público.

Essa paralisação também atinge a base produtiva no campo, onde projetos de construção, reforma ou ampliação de instalações agrícolas e pecuárias ficam prejudicados, afetando o desempenho da produção.

Ele destacou ainda que, assim como as empresas de atividades essenciais que estão trabalhando nesse quadro de quarentena horizontal, as construtoras estão preparadas e estruturadas para preservar a saúde, a segurança e o bem-estar dos trabalhadores.


logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br