energia

Nova fase da SCGÁS será marcada pela expansão de atendimento

Empresa apresentou oficialmente pacote de obras de expansão da rede até 2024. Investimento será de R$ 410 milhões

Foto: Julio Cavalheiro/Secom
Lehmkuhl, à esquerda, na cerimônia de entrega do pacote de obras ao governo do Estado

A Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS) entregou ao governo do Estado nesta terça-feira (4) o plano de investimento da empresa para os próximos cinco anos. O objetivo é chegar a 16 novos municípios, aumentar a malha de gasodutos em mais de 400 km, e atender 20 mil novos clientes. Para isso, a empresa aportará R$ 410 milhões

Com o investimento, Santa Catarina deve passar de 2,1 milhões de m³ consumidos diariamente para 2,5 milhões de m³, alta de 25%. O avanço representa um salto em relação aos últimos 25 anos de concessão da distribuidora, quando o crescimento foi mais lento. A empresa batizou a ação de Gás que Avança. 

No contexto da curva de crescimento está o fim do contrato atual de suprimento. A SCGÁS distribui, desde o início da concessão, gás natural via Petrobras, mas a estatal anunciou que não renovaria o contrato. Ou seja, a partir de abril de 2020 o setor terá uma importante abertura comercial, comemorada por consumidores devido ao aumento da concorrência. 

"O contrato de suprimento a gente assina até o final de fevereiro porque em abril já começa o contrato novo [...] Nesse momento nós temos apenas um participante com capacidade de entrega para 2020, mas a partir de 2021 e 2022 a gente já começa a ter diversificação de supridores e competição no mercado", disse o presidente da Companhia, Willian Anderson Lehmkuhl. 

Com a abertura, vai acelerar a velocidade de alcance dos municípios. "Essas cidades foram escolhidas pela identificação de volumes potenciais de consumo através de polos industriais. Por exemplo, no Planalto Norte, nós temos um polo de indústrias de papel muito importante e com altíssimo potencial de consumo", afirmou. 

"O Estado de Santa Catarina é muito rico e muito diversificado e à medida que a gente caminha para o interior do Estado, a gente acha mais e mais regiões com potencial industrial e de consumo para o gás natural", disse. 

Os 16 municípios que passarão a receber gás natural: Agronômica, Canoinhas, Capivari, Correia Pinto, Garuva, Guabiruba, Gravatal, Laurentino, Mafra, Otacílio Costa, Palmeira, Passo de Torres, Ponte Alta, Siderópolis, Três Barras, e Trombudo Central.


>>>Governo do Estado lançará pacote de investimentos em energia


>>>Aumento da concorrência beneficiará consumidor, diz presidente da SCGÁS








logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br