comécio exterior

Janeiro registra recordes em exportação no agronegócio

01 Fevereiro 2018 13:29:00

Portos estão movimentados por transações de soja e milho. Carnes de frango e de porco registraram queda

As estimativas de safra para este ano ainda são divergentes. Algumas consultorias preveem redução das exportações do agronegócio, enquanto outras estimam safra semelhante ao recorde de 114 milhões de toneladas de 2017. 

Os portos estão movimentados não só pela soja mas também pelo milho. As exportações do cereal deste mês de janeiro já somam 2,13 milhões de toneladas e devem terminar o período em 3,4 milhões. Se confirmado, esse volume será o segundo maior para os meses de janeiro, inferior apenas aos 4,4 milhões de toneladas de 2016.

O embarque de carnes perdeu ritmo no mês, em relação a janeiro do ano passado. A principal queda ocorre com a carne suína, cujo recuo foi de 23% no período. A Rússia, principal importadora de carne suína do Brasil, impôs restrições ao produto brasileiro no final do ano passado. 

O setor de frango também inicia o ano com queda nas vendas externas. As exportações de carne in natura deverão atingir 290 mil toneladas, 12% inferiores às de janeiro de 2017. Pelo menos 43% das exportações de grãos feitas pelos mato-grossenses em 2017 saíram pelo chamado Arco Norte. O porto de Barcarena (PA) foi o destaque, com acréscimo de 92,6%. A maior parte da soja exportada pelos mato-grossenses, contudo, ainda sai pelo porto de Santos (SP), segundo dados do Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária).



logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br