meio-oeste

Feirão do Imposto 2019 abordará tema 'Menos é Mais'

07 Maio 2019 15:47:00

Em Campos Novos, Núcleo Jovem promoverá o evento que acontece de 17 a 19 de maio

O Núcleo de Jovens Empreendedores da Associação Empresarial, Rural e Cultural Camponovense (Acircan) está se preparando para a realização da Feirão do Imposto 2019 que acontecerá de 17 a 19 de maio junto a 14° edição da Expocampos. O Feirão do Imposto foi criado em 2012 com o objetivo de propor uma ação de mobilização nacional com propósito de disseminar informação tributária de forma simplificada à população.

Capitaneada pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários, o evento acontece em 24 estados da federação e mais de 100 cidades do Brasil e tem o tema "Menos é Mais". Em Campos Novos o evento é patrocinado pelos parceiros: Copercampos, Super Lucas, Semoc Contabilidade, Acircan, Posto Coelho, Auto Escola e Centro de Formação de Condutores Sinal Livre, R & B Assessoria e Consultoria, Nobre Treinamentos, DZN Publicidade, Jornal O Celeiro, Comercial Juruna, JV Casa da Eletricidade e Personalité Móveis Projetados e Decorações, além dos apoiadores, Rádio Cultura 93,9 FM, Rádio 104,9 FM, Folha Independente e Rádio Simpatia 105.5 FM.  

Andre Krutzmann, Coordenador do Núcleo de Jovens em Campos Novos, explica que o tema é uma analogia que, simplificadamente, quer dizer: Menos burocratização e mais eficiência. "Este tema tem como analogia a teoria da "Curva de Laffer" que é uma representação teórica da relação entre o valor arrecadado com um imposto a diferentes alíquotas. É usada para ilustrar o conceito de "elasticidade da receita tachável, ou seja, mostra que se aumentarem as alíquotas além de certo ponto torna-se improdutivo, à medida que a receita também passa a diminuir. Além de outras analogias possíveis como, que com a desburocratização há o aumento da eficiência", explica.

No evento haverá um stand do feirão onde será apresentado, além do tema norteador, informações como um painel "Impostometro", que é uma ferramenta criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), onde é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando com tributos e também saber o que é destinado para os governos. Além disso haverá um painel informativo de conscientização, e divulgação das atividades do núcleo através da Acircan, dos patrocinadores e outras informações. Quem visitar o local receberá um material especial com as redes sociais e canais de comunicação, bem como apoiadores e patrocinadores além de ter informações sobre os "15 Ganhos com a Reforma Tributária".

O nucleado e Cordenador do Feirão 2019, Genésio Cassol, relatou que em 2018 o evento foi um sucesso e espera que este ano os resultados também sejam positivos. "Ano passado o feirão foi realizado na Expocampos e este ano decidimos fazer novamente devido aos ótimos resultados. Em um evento como esse estamos diretamente ligados às pessoas, empresas e empresários que sabem a importância que é revermos e lutarmos por uma "Reforma Tributária". Este setor é o mais afetado pelos altos impostos e as pessoas que visitarem nosso stand, desde a dona de casa até o dono de uma cooperativa vai ver o destaque que devemos dar ao movimento contra os impostos", declarou.

Dia 25 de maio será o dia "D" do Feirão do Imposto, data que corresponde ao Dia Nacional de Respeito ao Contribuinte e da Liberdade de Impostos. Em 2012 o esforço dessa ação teve uma grande conquista. A aprovação da "Lei do Imposto na Nota" (Lei 12.741/12), essa Lei, obriga todos os estabelecimentos a incluir nos documentos fiscais o percentual e o valor aproximado de impostos pagos.

Segundo o Feirão, são 15 ganhos com a reforma tributária:

1. Simplificar ao eliminar nove impostos;

2. Acabar com a guerra fiscal entre os estados e entre os municípios;

3. Eliminar a burocracia que custa 2,6% no preço dos produtos ao consumidor;

4. Fechar o cerco sobre a sonegação;

5. Reduzir 80% das ações administrativas e judiciais;

6. Diminuir a regressividade ao zerar os impostos sobre comidas e remédios;

7. Possibilitar que as empresas brasileiras sejam competitivas entre elas;

8. Acabar de vez com a recessão;

9. Recuperar rapidamente grande parte dos 13,3 milhões de empregos;

10. Harmonizar nosso sistema;

11. Fazer a economia crescer e fortalecer as finanças;

12. Somar à arrecadação da Previdência;

14. Aumentar a participação dos municípios brasileiros, no bolo tributário nacional;

15. Modernizar as transações recolhendo o imposto no ato do pagamento.





logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br