mercado

Fecomércio/SC e Senac/SC lançam projeto para fomentar cultura de inovação no comércio

Estreia nesta quarta-feira (31) o DisrupCom, projeto de criação coletiva para fomentar a inovação no comércio catarinense e a qualificação dos empresários, gestores e equipes. A iniciativa é coordenada pelo Senac/SC, Federação do Comércio de SC (Fecomércio/SC) e sindicatos filiados, em parceria com a Associação Catarinense de Tecnologia (Acate).

A palestra do gestor de inovação das Lojas Koerich, Rafael Koerich, dá a largada ao projeto a partir das 18h, com transmissão ao vivo pelo canal do Senac/SC no Youtube. Também será lançado o edital, com informações para inscrição no projeto, submissão das propostas e documentação necessária.

O Disrupcom promoverá mais de 300h de inovação e 36h de imersão para dez segmentos do comércio de atacado e varejo, com a proposta de alavancar os negócios por meio de soluções criativas e que atendam aos novos paradigmas de consumo, pautadas em tecnologia e sustentabilidade.

"O comércio passou por profundas transformações neste último ano, tanto no comportamento de consumo, como no modelo de negócio. Das grandes redes aos pequenos estabelecimentos, todos precisaram repensar seus canais de venda e relacionamento com os clientes, relações de trabalho, logística de entrega de produtos etc. Inovação passou a ser questão de sobrevivência", aponta o presidente da Fecomércio/SC, Bruno Breithaupt.


Do diagnóstico à solução

O projeto terá três etapas: a primeira com diagnóstico situacional do comércio em Santa Catarina, com a apresentação do cenário atual, identificação de problemas, necessidades e potenciais soluções. Na segunda etapa, acontece o desenvolvimento destas soluções, com a realização de quatro workshops com especialistas em diversas áreas do conhecimento, que vão trazer cases e conceitos para subsidiar os trabalhos que serão desenvolvidos.

Serão quatro temáticas abordadas durante os meses de abril e maio deste ano: empreendedorismo e inovação, design de serviços, MPV (Minimum Viable Product) e Técnicas de Pitch. "Neste segundo momento, os participantes serão distribuídos em grupos e salas por segmento, realizando um processo de cocriação com recursos tecnológicos e metodologia de inovação para o desenvolvimento de soluções e oportunidades que serão compartilhadas na próxima etapa do DisrupCom", explica a diretora de Inovação de Tecnologia do Senac/SC, Renata Rubik.

Para a terceira fase do DisrupCom, as propostas criadas serão apresentadas em formato de pitch para avaliação de uma banca julgadora, que analisará não só o potencial de mercado, mas as estratégias de negócio e viabilidade econômica e tecnológica da sugestão apresentada. Ao final, o DisrupCom vai premiar as três ideias mais inovadoras, com ferramentas e estratégias para colocá-las em prática .

A previsão é que sejam submetidos 10 projetos, cada um deles considerando os setores do atacado e varejo - alimentos, bebidas e mercadorias em geral, lifestyle, casa e lar, escritório e TI, comércio automotivo e insumos, moda, beleza, saúde e bem-estar, centros comerciais e varejo não especializado, agropets, atacado e distribuição, além do comércio de serviços.

"O DisrupCom demonstra o empenho do Senac em contribuir com o empresário do comercio varejista e atacadista, num momento tão complexo. Através de metodologias inovadoras, levar o empresário a olhar diferente, mudando o mindset para entender a situação atual, expectativas e mercado de consumo com o olhar em novas oportunidades.", acredita o diretor regional do Senac/SC, Rudney Raulino.






logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br