Financiamento

Crédito: Fiesc e BRDE disponibilizam R$ 50 milhões para pequenas indústrias

Foto: Jaqueline Noceti/Secom/Arquivo

Um convênio firmado entre a Federação das Indústrias de SC (Fiesc) e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) irá disponibilizar R$ 50 milhões em crédito para capital de giro para micro e pequenas indústrias do Estado. Os empréstimos não têm necessidade de garantia e os valores variam de R$ 20 mil a R$ 50 mil por empresa.

Para que não seja necessário apresentar a garantia para o financiamento, a empresa deve ser indicada por uma companhia da qual seja fornecedora ou pelo sindicato que representa a sua categoria. Os empréstimo têm prazo para pagamento de 48 meses com 18 meses de carência.

"Por um ano e meio o cliente não vai precisar pagar as prestações do capital principal. Apenas os juros. Essa carência vai proporcionar uma boa folga de caixa para o empreendedor no período pós-pandemia. Vai ser uma linha de crédito que vai dar um fôlego bom durante a retomada dos negócios", destacou o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar.

Para solicitar o financiamento, as indústrias precisam cumprir alguns requisitos. Entre eles, regularidade cadastral aplicável a todas as empresas, ter mais de dois anos de constituição, não possui débitos pendentes, e não constar pedido de falência ou recuperação judicial.

O convênio faz parte do Programa Travessia, liderado pela Fiesc com foco na reinvenção da indústria e da economia catarinense. "O crédito é um dos pilares do Travessia e nossa parceria com o BRDE vai permitir que ele chegue aos micro e pequenos negócios. É um recurso que pode fazer muita diferença no caixa das empresas", completou Aguiar.

mais sobre:

Fiesc Economia BRDE


logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br